Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

31.08.16

a mais glamorosa das provas...

Joana Marques

E na segunda-feira liga-me o meu tio.

-Parece impossível, Joana. Ainda andas com falta de ar e não dizes nada. Tenho de saber pelo teu irmão, não és capaz de telefonar?

- ah! e tal..não é bem assim. Tenho asma só com cheiros fortes ou quando faço esforços. Não se pode chamar bem asma. E tenho andado com muito trabalho e as viagens a Barcelona. Nem me lembrei.

-Amanhã, 14h, aqui no hospital. Já marquei os exames. Já falei com a tua alergologista. Tens consulta às 21h.

- ????

- Até amanhã, sobrinha.

E pronto, assim do nada arranjei divertimento para a tarde/noite de terça-feira.

 

Cheguei às 13h30.

Eu tenho um problema qualquer com a pontualidade.

Nunca chego a horas.

Chego sempre de véspera!

O meu maravilhoso tio lá me recebeu (ele lê o blog).

E encaminhou-me entre várias salas e salinhas, exames e mais exames. Todo um divertimento.

Senti-me uma criança na feira popular...só que não!

De todos os exames feitos existe um, o mais glamoroso de todos:

para os profissionais de saúde, espirometria;

para as pessoas normais, prova respiratória.

Já fiz várias vezes por isso já sabia ao que ia.

 

Então é assim:

Entramos para um cubículo, tipo poliban e colocam-nos uma mola no nariz, todo um glamour, temos um aparelho à nossa frente que avalia a nossa capacidade respiratória.

E como??

Temos de soprar para dentro de um tubo, voltámos ao glamour.

 

Lá estava eu, Joana, dentro de um cubículo, mola no nariz e cá fora uma rapariga que me dava ordens para inspirar e expirar e controlava tudo através de um monitor de computador..

- Joana, inspire e agora força, força, força...o ar todo cá para fora...

Lá fiz eu o que me mandou.

 

- Joana, vamos repetir?? Com a sua altura e o seu peso consegue fazer melhor!

Nem disse nada, tinha dado tudo o que tinha e o que não tinha.

 

- Joana, inspire e agora força, força, força...o ar todo cá para fora...

Percebi logo que tinha falhado à grande e à francesa e a rapariga fez um ar tão desiludido que me doeu o coração, quase me faltou o ar, o que é bastante irónico neste caso.

 

- Joana, pode fazer melhor. Descanse um bocadinho e vamos lá.

Eu já sem qualquer motivação lá inspirei e toca de mandar o ar mas o que queria era sair dali, piquei o ponto e ponto final!

 

- ah! Joana.

Diz a rapariga desiludida, uma tal desilusão que comecei a achar que a rapariga tinha o seu salário indexado à quantidade de centímetros cúbicos de ar expelido, em vez de ser à hora como as pessoas normais, fiquei com pena mas de mim.

 

- Vamos tentar outra vez?? Boa??

Boa???

Só se for para ela, estou dentro de um cubículo, com uma mola no nariz, vamos lá despachar que eu não gosto muito de espaços fechados.

 

- Inspire...e força, Joana, faça força.

Espera lá! Será que entrei em trabalho de parto...e nem me apercebi???

 

Inspirei e lá expeli todo o ar com toda a força que encontrei dentro de mim e .......comecei a tossir... falta de ar, farfalheira...chiadeira...o que é isto???

Um ar aflito, aterrorizado....mais ou menos desgraçado...

Pois passámos à fase em que este pessoal dos hospitais, vira jihadistas e atacam com armas químicas e eu, Joana, acabei de inalar uma substância, sem cor, sem cheiro e sem sabor só para ver se estava com atenção e se afinal tenho asma ou sou só hipocondríaca.

Tenho asma!

 

A rapariga fez o ar mais triste de sempre, pelos vistos portei-me mal.

No monitor do computador, o gráfico assinala um fluxo de ar tímido e desistente...

- Joana vamos repetir...

Pelo menos desta vez já não me enganam.

Já sei que vou ser recompensada com uma substância comprada algures no Iraque...espera, não!

Afinal o Iraque não tinha armas químicas...

 

- Joana, já sabe como é...

E eu Joana, inspirei e fui buscar forças ao além....aquém e além mar...aquém e além Tejo e expirei como nunca tinha expirado....e estava a superar-me e a conseguir os mínimos olímpicos..............e o computador bloqueou...

A rapariga entrou em stress mas já tinha gravado os resultados anteriores.

 

Saí do cubículo com ajuda dela e tirou-me a mola do nariz.

Agarrou em mim e fez-me engolir umas 20 doses de ventilan...porque eu estava a ficar roxa...ou coisa do género.

 

Volto ao consultório do meu tio preferido (ele lê o blog)..

- Os teus exames não estão nada famosos.

Senti-me novamente no liceu nas aulas de Filosofia.

 

Já estou a ser medicada e vou ficar fina num instante...

corticoides!

30.08.16

Frango guisado com esparguete....

Joana Marques

A minha avó Maria...

A mulher mais bonita que já vi na vida! 

Era alentejana. 

 

A mãe morreu quando a deu à luz. 

Viveu toda a sua vida de solteira com o seu pai e o seu irmão.

O meu bisavô trabalhava no campo. 

A minha avó começou a trabalhar com ele desde criança. 

Trabalhavam para gente rica e abastada.

O meu avô, filho do dono das terras, apaixonou-se perdidamente por ela.

Casaram.

A minha avó Maria lá se adaptou à nova realidade mas nunca abriu mão de ser quem era.

Moravam em Lisboa mas o Alentejo estava-lhe no sangue e pedia ao meu avô que a levasse para lá.

O meu avô fazia-lhe a vontade e acabou por negligenciar os negócios por causa disso.

Na altura as comunicações eram más ou inexistentes. Era preciso estar em Lisboa.

 

A minha avó teve 5 filhos. Todos rapazes. O mais novo é o meu pai. Mal os meus tios e o meu pai puderam o meu avô passou-lhes os negócios para as mãos para poder estar no Alentejo com a sua Maria.

 

A minha avó tinha os olhos mais bonitos que já vi.

Verdes azulados ou azuis esverdeados.

Eram magníficos.

Nenhum dos filhos herdou os olhos dela.

A atenção começou a recair nos netos. Foram nascendo e nada. Alguns nasceram com olhos azuis mas depressa mudaram para castanho.

O meu avô era um homem muito moreno e todos os filhos são assim, morenaços e os netos também!

 

Eu sou a última neta. Quando a minha mãe ficou grávida, a minha avó Maria disse a toda a gente: vocês vão ver que é desta! E foi. Eu tenho os olhos iguais à minha avó Maria. Iguais, mas só na cor. Falta-me o resto...falta-me tudo....o resto.

 

Passávamos, no Alentejo, eu, o meu irmão (a minha irmã era mais velha era muito coquete) e um rebanho de primos rapazes, as intermináveis férias de verão.

Que delicia eram essas férias!

 

Lembro-me das galinhas, o meu irmão mais velho, que já andava na escola, contá-las e dizer são 17. Voltar no dia seguinte e ele dizer com ar confuso, só estão 16. 

 

-Ó vooooooó Maria onde está a galinha que falta.

- Foi para o céu, Joana, foi para o céu.

 

E ficámos nós miúdos, primos, amigos a olhar para o céu durante horas. A minha avó Maria estranhou a calmaria...

 - O que é que estão a fazer?

- Estamos a ver se vemos a galinha...

 

Frango guisado com esparguete.

É a recordação mais forte que tenho da minha avó Maria.

Isso e os olhos, os meus olhos!

O seu sentido de humor que revejo no meu pai, nos meus tios e às vezes no meu irmão.

A bondade.

A descontração.

A simplicidade.

O carácter.

 

30 de Agosto é dia da avó Maria. Foi o dia em que nasceu. Foi o dia em que morreu.

Tinha  13 anos e nunca superei.

Pouco tempo mais tarde, morreu o meu avô. A vida para ele deixou de fazer sentido.

 

Hoje aqui em casa come-se frango guisado com esparguete. 

 

Obrigada! Avó!

 

esp.png

 

 

 

 

29.08.16

OMG!

Joana Marques

Ontem, depois do meu espetáculo matinal...já aqui relatado, dediquei-me ao trabalho de alma e coração.

Almocei à pressa e continuei mergulhada de cabeça em números e mais números..

Eram...nem sei que horas...era de tarde! Liga-me o meu irmão...

- Já viste a página do Sapo?

- Olha lá, Tiago! TU ACHAS QUE EU TENHO A TUA VIDA???

- Vê a página do sapo.

E eu vi.

Um destaque.

destaque4(1).png

Liguei-lhe...

- Tenho um destaque!!!

- O que raio andas tu a fazer para teres um destaque na página principal do Sapo???

- hummmmmmmm...nada.......Onde???

- Abre a página do Sapo e desce até aos blog's.

 

E aí eu vi, o meu "Quiosque" ensanduichado entre a "Águia treme" e a "Carolina Patrocínio". 

Qual queijinho fresco sem lactose, fiambre da perna extra ou um docinho de morango...sempre ouvi dizer que no meio é que está a virtude!

 

destaque4.jpg

 

Eu que até ali tinha tido umas 12 visitas, foi um entra e sai no "Quiosque" nunca visto!

 

É claro que domingo é provável voltar a ter as 12 visitas habituais mas a oportunidade foi-me dada...e sou eu que a tenho de agarrar.

 

Agradeço muito!

 

Deixo aqui...o meu agradecimento em forma de música.

Composta por um Sportinguista*! Cantada por um Sportinguista*!

Foi assim que me fizeram sentir!

 

 

* E ontem o Slimani??? Partiu-me o coração 

 

29.08.16

Joana a espalhar magia em Barcelona...

Joana Marques

Estou em Barcelona, cheguei na sexta-feira.

Trabalhei o fim de semana todo para adiantar trabalho e o esforço deu frutos e consigo ainda hoje regressar a casa.

Costumo ficar num hotel mas uma colega daqui convidou-me para ficar em casa dela.

Como trabalhamos as duas no mesmo projeto, no sábado nem foi preciso ir à empresa, ficámos por casa. Viva a Internet!

 

No sábado à noite, já depois de fecharmos o expediente, convidou uma amiga dela, italiana a juntar-se a nós.

3 mulheres, 3 nacionalidades diferentes, na casa dos 30 e poucos ou 30 e muitos...solteironas e encalhadas...

Ainda estivemos para sair, jantar fora e dar uma volta mas o programa inverteu-se e ficámos por casa.

Fiz o meu caril de frango com arroz thai que faz inveja a muitos restaurantes indianos e iniciámos uma noite dedicada ao cinema.

Começámos por esse filme emblemático chamado "Pretty Woman", passámos pelo não menos fabulástico "Top Gun" e terminámos com essa obra prima chamada "Dirty Dancing".

 

Já ia longa a noite e adormeci a pensar....um dia!

Quem sabe um dia, cai-me um Richard Gere na sopa....(os outros dois estão dispensados, diz que Tom Cruise anda metido com uma coisa chamada "cientologia"...credo! e Patrick Swayze que seria o candidato perfeito...enfim, )

 

É claro que por muito tarde que uma hiperactiva se deite, acorda sempre fresca e fofa para mais um dia e eram 5h30 da manhã quando os meus olhos se abriram dando um ar de sua graça.

Se estivesse em minha casa tinha todo um mundo recreativo à minha espera mas não estava e por isso tentei fazer o mínimo barulho possível no banho e no pequeno almoço e saí para ir correr.

 

Spotify! Dirty Dancing! yes!!

"Hungry eyes"

"Stay"

"she's like the wind"

 

A minha mente completamente abstraída.

Não vou a correr mas a andar depressa.

 

 

"She's like the wind through my tree,
She rides the night next to me
She leads me through moonlight
Only to burn me with the sun
She's taken my heart
But she doesn't know what she's done"
 
Vou continuando o meu caminho, feliz da vida....espetacularmente feliz...
 
"Feel her breath on my face
Her body close to me
Can't look in her eyes
She's out of my league
Just a fool to believe
I have anything she needs
She's like the wind
 
I look in the mirror and all I see
Is a young old man with only a dream
Am I just fooling myself
That she'll stop the pain
Living without her
I'd go insane"

 

E lá vou eu...

Joana à solta pela ruas de Barcelona...

 

"Feel her breath on my face
Her body close to me
Can't look in her eyes
She's out of my league
Just a fool to believe
I have anything she needs
She's like the wind
I feel your breath on my face
Your body close to me
Can't look in your eyes
Your out of my league"

 

 

E entra a parte do refrão .......

...entra a voz feminina....

apoteose total......

"Just a fool to believe
(Just a fool to believe)
She's like the wind"
 
 

 

....Entra o coro inteiro...

...o saxofone...

os meus neurónios batem palmas e todas as minha células entram no espírito...

 

"Just a fool to believe (Just a fool to believe)
She's like the wind


(Just a fool to believe) Just a fool to believe
She's like the wind

(Just a fool...she's like the wind)

(She's like the wind)

(Just a fool...she's like the wind)
(Just a fool...)"

 

Imbuída no espírito, abro os braços, provavelmente.... a pensar que sou um avião, que vou levantar voo.....e vou ser apanhada no ar..pelo Patrick

Viro a esquina...

Choco frontalmente com uma senhora e um carrinho de gémeos...

Peço desculpa...

A senhora ri-se e diz qualquer coisa como:

- gosto muito dessa música

-

.....e não, eu não ia a cantar...

............a senhora tem obviamente....poderes telepático...

 

 

28.08.16

The first...

Joana Marques

Este quiosque abriu há um mês....

Tem sido uma verdadeira aventura!

2 (8).JPG

Tão bons momentos passados aqui!

Um obrigada especial ao Sapo...e aos seus!

E aqueles que todos os dias ou quase... entram no quiosque...

 

O blog é muito giro e tal mas o que dá cor a isto tudo são as pessoas..e estas são as que estiveram mais presentes neste primeiro mês....

- João

- m-M

- Loulou

- Marta

- xxx

Vocês não sabem, provavelmente não têm ideia,  mas já me fizeram rir tanto.........e rir é só a melhor coisa do mundo!!

Um grande beijinho...não vos conheço pessoalmente mas já gosto tanto, tanto, tanto de vocês!!

 

Continuo exactamente como comecei...sem qualquer expectativa...este quiosque é como a minha vida...um improviso...

 

P.S.O bolo é espectacular!!

28.08.16

Precisava MESMO....

Joana Marques

de um homem assim...

19861615_rtZoh.jpeg

Quando tenho trabalhos muito grandes e vou à Brancal de Algés ou de Cascais comprar algodão ou lã em meadas. Tenho de me socorrer de uma cadeira para me ajudar a transformar tudo em novelos.....a trabalheira que eu poupava com um homem destes...

 

Faço um apelo...quem conhecer alguém com estas características...por favor envie-o aqui para o quiosque...comecei a ver finalmente a luz ao fundo do túnel....é este o homem da minha vida!

 

(a imagem foi retirada daqui!)

 

27.08.16

Morangos e Companhia....

Joana Marques

Como já referi neste post o mês de Agosto é passado normalmente no Algarve.

Este ano é um ano atípico e acabo por ir ao Algarve apenas alguns fins de semana. Estou a tentar conseguir ir à quinta feira ou sexta feira para ter um pouco mais de tempo junto dos meus.

Sempre que vou ao Algarve, em Agosto ou noutras alturas, visito sempre uma quinta, à espreita de fazer boas compras.

Um casal de professores reformados, de Lisboa, comprou uma quinta no Algarve, mudou-se para lá e têm uma santa vida...digo eu!

A verdade é que olhando para eles parecem felizes, muito felizes.

Dou por mim a ambicionar o mesmo para mim...

Reformada, já com idade, com um companheiro até final dos meus dias, num local calmo e relaxado........ ah! e com um cão....no mínimo.........enfim.......sonhos!

Dedicam-se à agricultura biológica.

Têm muito mais procura que oferta.

Fazem-no, dizem eles, mais para passar o tempo.

A minha visita é sagrada..ligo antes e pergunto o que têm para mim...e costumo dizer: quero tudo!

Os frutos têm sabor, os vegetais também.

Tão diferentes do que consumimos hoje em dia.

Num dos fins de semana que lá estive tinham duas caixas grandes de morangos à minha espera.

Doces.

Maravilhosos.

_ Estão a acabar...disseram-me.

Trouxe comigo as duas caixas.

Comemos lá em casa.

Deixei metade do que sobrou para a minha família.

Ainda trouxe comigo bastantes.

Como estavam muito maduros...não é tarde nem é cedo...doce de morango é sempre uma boa ideia.

 

A receita é fácil...e foi inventada por mim..

- morangos no liquidificador...

- por cada kg de morangos, 400 g de açúcar mascavado e sumo de um limão.

Deixar em lume muito muito fraco...até terem vontade de cortar os pulsos...mentira!

Até ter consistência de doce...

 

Aqui fica uma foto da obra!

O pão também foi feito por mim.....mas fica para outro dia!!

 

1 (5).jpg

 

 

Pág. 1/6

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • DyDa/Flordeliz

    Adorei.Até sabíamos que o peixe ia finar. Mais não...

  • Anita

    não estava à espera do desfecho... o cuspo que via...

  • Anita

  • Anita

    Ka, ka, ka... coitado do falecido...

  • Bruxa Mimi

    Também eu gostaria de presenciar essa conversa. O ...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D