Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

handmade life

23.08.17

das histórias que o meu pai contava...

Joana Marques

Quando era pequena, como muitos miúdos ao longo dos tempos, só adormecia se me contassem uma história.

Nem sempre era eficaz. Nem sempre resultava.

O bicho era meio selvagem. E dormir sempre foi pouco importante para mim.

Ao contrário dos miúdos e miúdas que cresceram a ouvir contar as histórias da carochinha, Cinderela e gato das botas.

As histórias em minha casa eram outras.

 

3 filhos.

A minha irmã mais velha já não precisava.

O meu irmão exigia a presença da minha mãe.

E a mim sobrava-me o meu pai.

E o meu pai era o Sporting. E por isso as histórias eram sobre o Sporting.

 

João Jurado. Nasceu em 1906. Na Amora.

Gostava de jogar futebol. E jogou em vários clubes.

Um dia apaixonou-se perdidamente. Por um clube. O Sporting.

Para sua grande infelicidade teve de deixar o futebol.

Precisava viver. O futebol não dava dinheiro. E ocupava muito tempo.

O patrão fez-lhe um ultimato!

- Ó Jurado! Escolhe! Ou o futebol ou o trabalho.

Parou durante dois anos. E durante estes dois anos poupou cada centavo. Cada tostão.

Comprou um táxi. E começou a trabalhar por conta própria. A fazer ele os seus horários de trabalho.

Para poder jogar no Sporting.

jurado.jpg

Dizem que o amor à camisola é coisa que está em desuso.

Ainda acredito. Que não. Pelo menos, alguns jogadores.

Sou uma ingénua. Ou então gosto demasiado do Sporting. E custa-me a crer que não sintam o mesmo.

Hoje. Lutem.

E honrem a camisola.

O símbolo que estão a representar tem muita história. De empenho, de sacrifício e de amor.

Muitos passaram por lá. E deixaram a sua marca. Deixem a vossa também. 

23.08.17

o vestido manchado...

Joana Marques

Há uns meses entrei numa Zara, em Barcelona.

E vi um vestido.

Adorei o vestido.

Azul.

Bom corte.

Tecido de qualidade.

Nem pensei duas vezes.

Peguei nele.

É meu. Ou melhor, é para a minha sobrinha.

 

Antes de pagar o vestido.

Olhei mais uma vez.

E com olhos de amor. Achei que o vestido me ficava mesmo bem a mim.

Estava na minha mão um vestido para 12 anos. Para mim seria pequeno.

Saí da fila.

E voltei para perto dos vestidos. Não havia para 13/14 anos. É o meu número na Zara Kids.

Voltei para a fila.

Continuava a olhar para o vestido. E achei, se calhar o vestido de 12 anos até me fica bem.

Um pouco justo...talvez.

Saí da fila.

 

Fui ao provador. Ficava-me bem. Se fosse ligeiramente maior.....

Ficava-me bem...picuinhices à parte...

Voltei ao local dos vestidos e resolvi comprar também um para mim.

Não havia.

Perguntei.

Não havia.

E noutra Zara.

Também não.

 

Voltei para a fila. Paguei o vestido.

Saí da loja.

O vestido é meu.

Não.

O vestido é da minha sobrinha.

 

O vestido é meu.

Não.

O vestido é da minha sobrinha.

O vestido foi mesmo para a minha sobrinha.

 

Aproveitei que os meus pais estiveram comigo na altura. E levaram o vestido para a miúda.

Ligou-me. Adorou o vestido.

12 (1).JPG

No mês passado a minha cunhada ligou.

A pequena tinha ido dar um passeio.

De uma varanda. Uma gota.

Ou várias.

Devia ser lixívia.

E o vestido ficou manchado. 

 

Juro que não tive nada a ver com isso.

Quando decidi dar o vestido.

Já tinha fechado o assunto.

Dei de boa vontade!

 

- Podes-me enviar o vestido?

A minha cunhada assim o fez.

Como vestido estava arruinado mas na minha cabeça já estava a ter ideias.

A parte da saia. Fiz uma almofada.

Foi só coser as laterais. Aproveitei as costuras que o vestido já tinha.

Fiz uma renda.

sololatte.jpg

Usei um fio que nunca tinha experimentado. Solo Latte. Da Rosários 4. 

Adorei este fio. O acabamento fica muito bonito. E é muito fácil de trabalhar.

E o resultado final. 

11 (1) (1).JPG

Quem tiver vontade de fazer uma mandala em renda, igual, pode seguir o esquema.

Não tem de aplicar em almofada.

Pode-se colocar numa moldura.

Num bastidor.

Ou até numa manta.

Com fio mais grosso pode servir de base para um tapete.

16 (1).JPG

 

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Tatiana

    A Estrela também gosta muito das novas tecnologias...

  • Charneca em flor

    As histórias do Vasco davam um livro ahahah

  • Sandra Dias

    As aventuras magníficas e hilariantes do Vasco é s...

  • José da Xã

    Vasquinho esperto. Conseguiu dormir na cama da don...

  • Corvo

    Vamos ver se escapas à associação dos direitos do ...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D