Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

handmade life

Quiosque da Joana

handmade life

07
Set17

caldo de osso! Porquê? (post com receita)

Joana Marques

Quando tinha 15 anos fui a um otorrino.

Andava com dores de garganta. E tinha amigdalites umas atrás das outras.

Nasci na década de 80. Mesmo no início.

E nessa altura as pessoas com 15 anos eram completamente autónomas.

Fui sozinha.

Mandou-me fazer análises e um ou outro exame (já não me recordo bem o quê).

Receitou-me qualquer coisa para o meu mal. E adeus.

 

Voltei para mostrar os resultados. Sozinha, pois claro.

O senhor olhou para os exames.

Para a minha garganta.

Já com o tratamento feito.

E disse-me que o melhor seria tirar as amígdalas.

Disse-me para falar com os meu pais.

Que não era urgente mas era aconselhável. E que podíamos esperar para as minhas férias escolares.

Disse que sim. Pois claro.

Pernas para que vos quero. Saí de lá a correr antes que ele viesse atrás das minhas amígdalas.

Cheguei a casa e disse que estava tudo bem.

Resumindo e concluindo. Joana ainda tem todas as peças.....amígdalas incluídas.

 

Quando tinha 18 anos. Andava com dores abdominais. Umas digestões complicadas.

Tive azar. Consultei o meu tio espetacular (lê o blog). Não é médico gastroenterologista. Mas é meu tio. E pronto!

O Sr. meu tio pegou em mim. E toca de marcar todos os exames evasivos e não evasivos à minha barriga.

Foi horrível.

Entretanto passou-me para as mãos de uma colega dele.

Não se descobriu nada. Eu sofri que nem uma condenada. Demorei uma eternidade a recuperar.

Disse-me que tinha cólon irritável.

Receitou-me uns comprimidos. Para não ter dores.

Ainda tomei. Desisti porque não senti qualquer benefício.

 

Entretanto, ao longo do tempo, a minha barriga. Especialmente do lado direito dava sinais.

Uma dorzinha. Um ardor. Às vezes um calor.

É óbvio que já não cometi o erro anterior.

Caladinha que nem um rato ou acabas com tubos inseridos no corpo.

Quando mudei a alimentação. Melhorei substancialmente. Muito mesmo.

Mas ás vezes a dor acordava.

Continuei caladinha. E sossegadinha.

Não me interpretem mal. Tenho um respeito enorme pelo trabalho dos médicos.

Mas eu não aprecio muito que trabalhem na minha pessoa. Se possível...médicos só como tios ou amigos. 

 

 

Entretanto, fui lendo. Vários livros. E consultando vários sites.

Vale o que vale.

No blog conto experiências minhas.

Só isso.

Não quer dizer que estejam certas...

.....ou que sou um exemplo a seguir. Nada disso!

 

Li um livro. Que me deu uma nova perspetiva sobre tudo isto.

363608_3_a-cura-dos-intestinos.jpg

 

Segundo o autor. A maioria das doenças começa no intestino. Tratando o intestino, tratamos a doença.

Para ter intolerâncias alimentares e uma doença inflamatória (asma) é porque tenho o chamado intestino permeável. 

Porque é que eu sei?

Ter intolerância alimentar é ter um corpo que reage ao consumo de vários alimentos.

Porque a barreira intestinal que devia ser um cofre fechado e só deixar passar os nutrientes.

Deixa passar para o lado de lá tudo e mais alguma coisa.

O meu corpo, através do meu sistema imunitário vai atacar essas partículas.

E cria inflamação.

E essa inflamação manifesta-se dependendo de cada um.

Nas mais variadas doenças. Eu tenho asma. O meu vizinho do lado pode ter eczema. Ou artrite.

 

Provavelmente e possivelmente teria, espero já não ter, disbiose.

Disbiose é quando a nossa flora intestinal está desequilibrada. Mais bactérias más do que boas.

 

Na nossa flora intestinal temos vários tipos de bactérias:

- as que se dedicam a remoer os vegetais, outras são especialistas em proteínas, existem as especialistas em gorduras e em açucares....etc.

- Também podemos ter fungos. Que nos podem atrapalhar muito. E se nos apanharem num momento de fraqueza podem dar cabo de nós. Malvados.

- Podemos ter parasitas. Não vamos falar sobre isso, mas são mais vulgares do que se pensa...blhec..

 

O importante é ter uma flora intestinal equilibrada. Isso consegue-se, segundo o livro, não alimentando as bactérias más que gostam sobretudo de açúcar e coisas...pouco saudáveis.

Ao mesmo tempo convém cicatrizar as paredes do intestino. Este pode ter ficado em mau estado por diversas razões, disbiose, ou por exemplo devido ao consumo de glúten. De açucares e porcarias...

 

Um dos alimentos aconselhados, para este processo de cicatrização, é o caldo de osso.

 

À primeira vista pareceu-me esquisito. Pesquisei bastante. Antes de o fazer.

Diz que beber caldo de osso:

- reduz a inflamação. (não posso comprovar porque aparentemente andava bem)

- Protege ossos, dentes e articulações. (não posso comprovar porque nunca tive qualquer problema a este nível)

- ajuda a emagrecer. (não posso comprovar porque não quero perder peso e por isso não fiz por isso)

- pele, cabelo e unhas saudáveis. (noto uma diferença bastante grande a este nível, não sei se será do caldo...pode ser coincidência)

- ajuda ao funcionamento do aparelho digestivo. (noto diferença na minha dor do lado direito que praticamente passou...não na sua totalidade mas melhorou...pode ser coincidência)

 

Como faço o caldo?

Em primeiro lugar convém ter uma panela grande. Se for uma panela de pressão melhor.

É muito chatinho de fazer. E se o tivermos de fazer todas as semanas....é melhor desistir.

Pode ficar no frigorífico uma semana. E congelar o resto.

Podem usar qualquer tipo de ossos. Mas deve ter tutano. Eu tenho usado de vaca. Peço para cortar em 3.

 

Ingredientes:

Osso.

6 dentes de alho.

uma tigela de cebola cortada.

uma tigela de cenoura cortada.

uma tigela de alho francês cortado.

3 colheres de sopa de sumo de limão ou vinagre.

Podem colocar sal a gosto (eu não ponho)

Podem usar especiarias (também não ponho)

Na receita só o osso e o sumo de limão é obrigatório.

O resto podem abdicar. Ou colocar apenas dois ou três ingredientes.

Eu costumo pôr todos. São alimentos prebióticos que ajudam na conservação das boas bactérias.

 

 

Numa panela coloquem água, o osso e o sumo de limão (ou vinagre) durante 30 minutos. A repousar. Sem estar ao lume. (a quantidade de água é conforme a quantidade que queremos fazer)

Quando esse tempo passar, coloquem em lume brando, até ferver. Vai-se formar uma espuma em cima. Tiram a espuma.

Depois disso, colocam todos os ingredientes dentro da panela.

Tapem a panela.

Deixo em lume brando durante 6 a 7 horas. Convém de duas em duas horas destaparem a panela e verem se ainda tem caldo. Se tiver diminuído muito acrescentem.

Como é um processo demorado, se de repente quiserem ir para a cama, apaguem o fogão e continuem no dia seguinte. O obejtivo não é incendiar a casa....

Se não usarem panela de pressão o processo é mais longo. 7 horas não chegam....

Quando terminarem. Coam o caldo. De forma a ficarem apenas com o liquido.

Se quiserem aproveitar o que sobra. Podem fazê-lo.

Deixam o caldo arrefecer.

E colocam-no no frigorífico.

No dia seguinte, o caldo deve ter uma camada de gordura, linda e fofa por cima. Não é para comer.

É para tirar e deitar fora.

O verdadeiro caldo está por baixo desta camada de gordura.

O caldo bom. E bem feito. Vai estar gelatinoso. Mesmo gelatinoso.

Quando o aquecem no micro ondas é que fica liquido.

Se for só liquido e nada de gelatinoso é porque colocaram pouco osso.

 

Por enquanto, vou continuar a beber. Costumo beber uma caneca de caldo antes de ir para a cama.

Até prova em contrário mal não faz.

Se faz bem, ou não....o tempo o dirá....

 

 

07
Set17

sigo a dieta da moda. E gosto....

Joana Marques

Por incrível que pareça, já passaram 5 meses sobre a minha mudança alimentar.

Não foi a grande mudança. A grande mudança foi aqui!

Mas ainda assim, foi uma mudança. Média.

O que me propus:

- comer sem glúten durante 3 meses. Já lá vão 5. E vou continuar.

- deixar de comer alimentos processados durante 3 meses. Já lá vão 5. E vou continuar.

- deixar de comer açúcar branco durante 3 meses. Já lá vão 5. E vou continuar.

 

Quando andava a ler e a informar-me sobre o assunto esbarrei no regime Paleo.

E resolvi adoptá-lo para mim. Não totalmente.

 

Como me senti? Bem. No geral muito bem!

E por isso foi extremamente fácil.

O segredo é nunca ter fome e estar saciado.

Descobrir alimentos que saciem.

Trocar os alimentos que nos dão fome passado uma hora de os ter comido, por algo mais saciante.

Essa foi a revolução.

Deixei de ser escrava da comida, do lanchinho, da frutinha e da barrita de cereais.

Mas, não saio de casa sem saber garantidamente que tenho comigo uma maçã e uma mini caixinha com frutos secos.

A maçã volta muitas vezes comigo. Os frutos secos nem tanto.

 

Outra coisa que gostei foi da simplificação na minha cozinha. E nas compras.

Já não tenho 101 massas. E arroz. E legumes. E batata. E o diabo...

Não. Os acompanhamentos variam entre os brócolos. Couve-flor. Couve roxa. Espargos. Às vezes batata doce.

Carne e peixe. Sempre.

Faço smoothies todos os dias. Verdes, amarelos, laranja. E de todas as cores do arco-íris.

E bebo todos os dias uma caneca de caldo de osso. E noto que me faz bem.

 

Os resultados vão aparecendo.

Muita energia. E boa disposição. Uma capacidade de concentração top.

Pele, cabelo e unhas espetaculares. Muito, muito diferentes do que tinha antes.

Presumo que o interior também esteja melhor.

 

É claro que vou continuar.

Não lhe chamo Paleo.

Porque não como nada que tenha caseína. E os Paleo estão liberados, para a caseína, desde que não seja em excesso.

E vou comer alimentos que para os Paleo estão proibidos. Quinoa. Ervilhas. Favas. Grão.

Ah! E como fruta. Qualquer tipo de fruta.

E asneiras?

A verdade é que não me apetece nada do que se possa considerar asneira.

 

Se a minha dieta é da moda. Sem dúvida!

Porque a moda deve ser aquilo que nos faz bem.

A moda deve ser, o que nos fica bem.

 

Existe alguma coisa que nos fique, tão bem, como a saúde?

 

Mais sobre mim

foto do autor

Um grupo no facebook para quem gosta de crafts!

  •  
  • Sigam-me

    Instagram

    Comentários recentes

    • Anita

      Não me acredito que a Joana disse isso!

    • Paula Maria

      Parece-me que o teu norueguês está aprovadíssimo q...

    • A Desconhecida

      Hahahaha muito bom!!!

    • Catarina

      sem palavras!!!! o que eu me ri!!!!

    • José da Xã

      A raiva deles é compreensível. Num país em que met...

    Calendário

    Setembro 2017

    D S T Q Q S S
    12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930

    Arquivo

    Mensagens

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.