Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

handmade life

Quiosque da Joana

handmade life

13
Fev17

calm is a Super Power....

Joana Marques

Uma colega minha herdou uma casa de campo que pertencia a uma tia.

Como essa minha colega é filha única e os pais moram no sul de Espanha, a casa ficou para ela.

Desde que a herdara nunca tinha lá ido.

Fica a um pouco mais de duas horas de distância de onde trabalhamos.

 

Andava a falar em ir lá. Ia adiando.

Na sexta feira passada convidou-me, a mim e a outra colega. No fim de semana.

Ainda lhe disse que não porque tinha uma reunião daquelas de vida ou de morte marcada para hoje mas na sexta à tarde foi desmarcada e remarcada para terça-feira. Acabei por dizer que sim.

 

Fomos à tarde.

O plano era passear um pouco. Jantarmos por lá. Dormirmos. Aproveitarmos a manhã de domingo no campo e voltarmos.

Fomos no meu carro.

O Vasco também ia e nunca se sabe o que pode fazer em carro alheio.

Eu ia a conduzir, claro! A minha colega que tinha herdado a casa, ia ao meu lado. E atrás ia a outra minha colega e o Vasco.

O Vasco ficou verdadeiramente escandalizado quando percebeu que não podia ir à frente.

E por isso foi atrás meio amuado.

Olhava pelo retrovisor...e via a cena. Deliciada, olhava outra vez.

O Vasco foi o caminho todo, mais de duas horas, deitadérrimo...com as patas de trás em cima da minha colega. De vez em quando a pobre da moça levava com a cauda do cão na cara.

Eu acho que ele faz de propósito. Só pode!

 

Chegámos já escuro.

Entrámos em casa.

É uma casa de aldeia. Modesta mas muito simpática.

Rés do chão. Com cozinha e sala.

Primeiro andar. Quartos. Três.

Começámos por fazer as camas. Tinhamos levado roupa de cama.

A minha colega dizia que tinha de tirar uma semana de férias para perceber o que tinha a casa e decidir o que fazer com ela. Quase me ofereci para lhe comprar a casa...mas lembrei-me que não moro em Espanha!

Saímos para jantar.

Teria de ser um sitio com esplanada por causa do Vasco.

Antes de sair deixámos algumas janelas abertas. A casa estava fechada à muito tempo. A minha asma deu logo sinal de vida.

Jantámos num sitio muito simpático.

Até o Vasco teve direito a refeição.

Andámos um pouco à descoberta. Estava frio mas não demasiado. Estava uma noite agradável.

Voltámos a casa. Já era quase meia-noite.

Despedimo-nos.

Cada uma no seu quarto.

Eu com o Vasco....

Um silêncio que só o campo tem....tranquilidade!

Uma paz. Estava mesmo, mesmo a precisar disto....

 

E de repente. Um grito. De terror. Uma porta abre-se de rompante....

Ainda eu estou a tentar perceber o que se passa....

Outra porta a abrir e mais gritos....

C'um caneco.....será alguma tradição espanhola??

Abri a porta do quarto...eu Joana, calma...calmíssima....

 

Duas galinholas, espanholas...aos gritinhos...a tentar explicar o que estava a acontecer...

Cada uma apontava para o quarto da Mila....a dona da casa...

Não percebia nada....

O Vasco em alvoroço entra no quarto da Mila....e sai logo a correr...

...percebi a mensagem.....bicheza...de certeza absoluta...

 

Entrei e lá estava ela, uma lagartixa...

E no quarto da Carmen?

Não havia nada...mas como tinha ouvido gritar...toca de gritar também....deve ser isto a solidariedade feminina...

 

Estavam em choque....

Queriam ir embora mas a Mila não queria voltar a entrar no quarto...e tinha lá tudo..

Então eu Joana...tive uma ideia...

Peguei numa garrafa de água...

Cortei a garrafa...

Subi a uma cadeira....

E dei um toque na lagartixa....que entrou na garrafa...com a outra parte fechei...

 

Desci as escadas....

....montes de gritos histéricos...

abri a porta da rua....e soltei a lagartixa...

 

Lá convenci a Mila e a Carmen a voltarem para os quartos...segundo elas não iam conseguir dormir...

Com esta brincadeira eram quase duas da manhã e eu estava transformada em abóbora...

 

Entro no meu quarto, preparo-me para dormir...

 

....uma gritaria desvairada....outra vez...

....Ó $%#$##$ ....mas uma mulher já não pode dormir...

..... raios partam as espanholas...

 

Saio do quarto...

- O que é que se passa...a lagartixa fez criação? Digo eu, calma...muito calma..

Mila estava desvairada...aponta...com o braço a tremelicar...em direção à janela...

 

Nem queria acreditar no que estava a ver...

......não era um pássaro...

......era um morcego...

- Mas há bocado não estava ali...

- Vamos embora. Odeio o campo. Vamos embora daqui...dizia a Mila..

- Até tenho medo de voltar a entrar no meu quarto. Dizia a Carmen.

Inspecionei o quarto da Carmen...com o Vasco.

- Sem bicho. Entra! E sai só em caso de necessidade extrema. Disse, eu, para a Carmen.

- Mila, dorme no meu quarto.

- E tu?

- Eu durmo no teu.

- Com o morcego?

- Sim.

- Com o morcego?? Queres tentar pô-lo na rua?

- Mila, eu quero é dormir...quero mesmo dormir......acho que já não tenho forças para nada...e não é nada de mais...é só um morcego...

- É um morcego! Estás a perceber??? É um morcego...

- Nem que fosse o palhaço batatinha....deixa-me lá ir dormir...

(experimentem dizer palhaço batatinha em espanhol...é super fixe!)

 

E assim foi.

Eu e o Vasco dormimos com um morcego.

A sorte é que o Vasco tem medo de aranhas...mas com morcegos convive bem...

...eu não gosto muito deles...mas daí a ter um ataque histérico...e perder o sono......vai uma volta ao mundo e meia...

 

No outro dia de manhã.

Antes delas acordarem.

Enxotei o morcego janela fora...iamos embora daí a um bocado e não ia sobreviver...fechado em casa!

 

1.png

...ainda a semana passada tive uma conversa com a Áurea no facebook sobre morcegos....

...e eu a dizer que não gostava muito deles....

...mal eu sabia que ia partilhar o meu quarto com um....

....e não fiquei descontente...

..pelo menos não ressona como muito boa gente......ó pensas que eu não ouço...ó Vasco!

38 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Um grupo no facebook para quem gosta de crafts!

  •  
  • Sigam-me

    Instagram

    Comentários recentes

    Calendário

    Fevereiro 2017

    D S T Q Q S S
    1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728

    Arquivo

    Mensagens

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.