Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque

handmade life

Quiosque

handmade life

13
Set17

este post não é a canção das doce...

Joana Marques

Ontem,

O jogo. O passeio com o cão. O frio.

0-3

1-3

2-3

Vou ou fico?

Acabou o jogo. Vou.

Jantei. O cão nem comeu. Aquele passeio tão longo. Deixou-o extenuado. E foi dormir.

 

Meia noite, deitei-me.

Ainda peguei no meu livro.

E adormeci.

 

Uma da manhã!

 

A minha cama é invadida. Por quem??

- Keanu Reeves.

- Não. Foi pelo cão....

Espraiou-se cama fora. E ganiu numa aflição desmedida.

Eu, à beira de uma síncope acendi a luz do candeeiro. O cão esticadinho.

- Deve ser da barriga. Pensei eu.

E toca de lhe ir apalpando a barriga. Para detetar onde, como e porquê?

Qualquer sitio que eu tocasse gania. Muito. E uma espécie de soluçar. Uma aflição pegada.

Um ar muito aflito.

Os meus pais acordaram.

Os três, às aranhas. O que é? O que não é?

3 pessoas com ideias. Todas parvas. E um cão que não sabe falar...

 

Tentei que o Vasco se levantasse.

Recusou.

- Deve estar magoado numa pata. Disse o meu pai.

Comecei a examinar. Unhas, dedos, patas, pernas. Tudo. Em tudo o que eu tocava o cão gania.

Estranho.

 

Duas da manhã!

 

- Será que ele viu uma aranha?

Eu, a minha mãe e o meu pai. De rabo para o ar a examinar a casa toda. Cozinha. Casa de banho. Sala. Entrada.

Nada.

- Ele tem medo de mais algum bicho? Perguntou a minha mãe.

- Não sei bem. Acho que não vai à bola com lagartixas.

Digo eu.

A minha mãe entra em pânico só de pensar que pode estar alguma entre nós.

- Osgas. Também não. Rastejantes, não aprecia. Mas gosta de ratos, por exemplo.

A minha mãe quase chamou o corpo de bombeiros.

Só para prevenir que era socorrida.

- E baratas? Pergunta o meu pai.

- Não tem medo. Até gosta de brincar com elas.

Esta informação foi demais para a minha mãe. Penso que nunca mais será a mesma...

 

Chamei o Vasco.

Lá saiu da minha cama e veio ter comigo. Mas a aflição continuava.

Já ponderava pegar no cão e ir com ele a um veterinário.

Pela Noruega fora....

A tocar às campainhas...

- Olá, sabe-me dizer onde fica o veterinário mais próximo?? Aberto às duas da manhã??

 

Como ele veio ter comigo. E andava bem. Não podia ser da parte das patas e companhia.

Mas se eu lhe tocasse no pêlo da pata direita. Era uma chinfrineira do caneco.

 

três da manhã!

 

- Dá-lhe a comida preferida. Disse a minha mãe.

Não aceitou. Tal era a aflição.

Um cão que consegue comer uma embalagem de guardanapos em 5 minutos. Não queria comer...

Voltei à primeira hipótese. Barriga.

Toca de apalpar aqui. Ali.

O drama. O horror. E a tragédia. E um cão ofendido. A ganir. A soluçar. E a gemer por tudo quanto é sitio...

- É melhor ir passear com ele. Pode ter um desarranjo qualquer. E não me apetece nada, andar a limpar nhanhas castanhas e com cheiro a cocó a esta hora do dia...

Vesti-me. Como se fosse para a Sibéria.

 

quatro da manhã

 

Lá o convenço a sair comigo.

Tanto é o alarido.

Pego nele ao colo.

Se estivesse à espera que descesse a escada, ainda agora estava entre o segundo e o terceiro andar.

Moro no terceiro.

O meu pai vai à frente para abrir a porta da rua.

Joaninha, voa voa. Escada abaixo. Com um cão ao colo.

O mais rápido que consegui.

Ponho o cão fora do prédio.

O meu pai acompanhou-me porque achava que eu podia ser raptada.

Ou roubada.

Ou qualquer coisa terminada em "ada".

 

Saímos do jardim que faz parte do meu prédio.

O cão faz xixi. Vamos falando com ele. E eu com o meu pai. O meu pai comigo.

Vasco para aqui. Vasquinho para ali.

E Vasquinho. Contente da vida.

 

E eu percebi...

 

Soluços. O Vasco tinha estado com soluços.

Quem nunca ficou descompensado quando teve um ataque do soluços que atire a primeira pedra!!

 

 

quatro horas e meia da manhã

 

Voltámos a casa.

Voltámos a dormir.

5h30...o meu despertador estava ao serviço!

Pontual!

Como sempre.

 

 

 este post não é a canção das doce...

não foi bem bom!

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Um grupo no facebook para quem gosta de crafts!

  •  
  • Sigam-me

    Comentários recentes

    Calendário

    Setembro 2017

    D S T Q Q S S
    12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D

    Mensagens

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.