Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

handmade life

11.07.17

a importância de bloquear. Bem!

Joana Marques

Quando decidi aprender a tricotar comecei por assistir a um número infinito de vídeos no youtube.

Aprendi ao mesmo tempo que uma amiga. E íamos trocando ideias e aprendendo uma com a outra.

Quando achei que já não fazia muito má figura. Comecei a frequentar Workshops.

O primeiro workshop que fiz foi a aprender a tricotar um casaco.

Como um workshop tem tempo muito limitado era um casaco de bebé.

Mesmo estando lá uma tarde inteira, nem cheguei a metade do casaquinho.

Trouxe trabalho para casa.

E só me deitei nessa noite quando o terminei.

A deceção foi mais que muita.

Olhei para o meu trabalho. Não detetei nenhum erro.

Mas....

Não gostei nada do resultado...

Era domingo.

Segunda feira. Fui trabalhar.

À tarde, passei pela loja onde tinha feito o workshop e mostro o meu trabalho.

Pesarosa e desanimada.

Olham para mim e dizem-me que tinha de bloquear a peça.

- Bloquear?? Como assim bloquear??

20 (5).JPG

 

Quando terminamos um trabalho. Sai das agulhas todo amarfanhado e amarrotado.

A forma que queremos não é a forma que ele tem.

Idealizamos uma coisa e temos outra...para pior.

Depois de terminar de tricotar. Temos de bloquear.

 

Costumo fazer assim:

1. Coloco a peça em água com um pouco de amaciador da roupa.

2. Espero 20 a 30 minutos.

3. Passo a peça por água limpa.

4. Não torço a peça, nunca! Coloco dentro de uma toalha para o excesso de água sair.

5. No chão coloco este tapete que se usa para as crianças, quando começam a gatinhar ou a andar...não sei bem!

(também se pode usar esferovite)

20 (1).JPG

6. Estendo uma toalha.

7. Em cima da toalha estendo a peça, usando alfinetes. Muitos alfinetes!

8. Dou-lhe a forma que quero.

20 (9).JPG

 

20 (10).JPG

 9. Deixo secar.

10. Deixo estar pelo menos 12 horas.

11. Tiro os alfinetes todos.

 

E quando finalmente olhamos para a peça, conseguimos ver todos os pormenores.

Fica com um acabamento muito diferente do que tinha inicialmente.

20 (15).JPG

Penso que é fácil ver a diferença abismal que separa a primeira e a última foto.

 

Este exemplo não é o melhor.

Este xaile que fiz foi uma experiência.

Usei um fio que tinha há muito tempo.

Não gosto dele particularmente.

E usei-o para experimentar um esquema que não conhecia. Nem sequer é o fio apropriado....

Gostei do esquema.

Acho o efeito bonito.

Como o fio tem tonalidades esquisitas....fica assim...

Este xaile vai ser desmanchado...e o fio usado numa outra peça...

 

 

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Tatiana

    A Estrela também gosta muito das novas tecnologias...

  • Charneca em flor

    As histórias do Vasco davam um livro ahahah

  • Sandra Dias

    As aventuras magníficas e hilariantes do Vasco é s...

  • José da Xã

    Vasquinho esperto. Conseguiu dormir na cama da don...

  • Corvo

    Vamos ver se escapas à associação dos direitos do ...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Posts mais comentados