Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

handmade life

Quiosque da Joana

handmade life

20
Set16

the end....

Joana Marques

Ontem, relatei como, na sexta-feira, fiquei sem telemóvel (pessoal).

 

No sábado passei por casa da minha irmã para pedinchar um telemóvel ao meu sobrinho.

O puto junta dinheiro das mesadas para ir comprando telemóveis e por isso tem sempre dentro da gaveta uns que já não usa.

Perante a vasta oferta, acabei por escolher um LG que segundo o meu sobrinho é "bué podre".

 

Pareceu-me um pouco antigo como eu e por isso achei que teríamos uma convivência pacífica.

Não!

Passei o dia a recusar chamadas em vez de as atender.

Tem ecrã touch mas não funciona grande coisa. Quem é que eu estou a enganar...EU é que não funciono..

Queria enviar mensagens mas ligava às pessoas.

Andava à procura dos contactos e ía parar aos jogos.

Uma trapalhada.

 

Ontem foi dia de uma reunião com o Dr. Lopes.

O Dr. Lopes é o ódio de estimação do meu diretor.

Nunca soube porquê. Os dois odeiam-se. E azar dos azares, o Dr. Lopes é um dos nossos fornecedores e é importante. Ainda mais azar para o diretor, não o consegue substituir.

 

O diretor recusa-se a reunir com ele.

- Se eu o vejo vou-lhe às trombas.

Quando é preciso reunir, vou eu.

A reunião é sempre nos escritórios do Dr Lopes que se faz caro e por isso não se desloca.

Eu vou. O diretor fica em stress. Eu não. Nem gosto nem desgosto do senhor.

Já sei que vou ter de esperar mais de uma hora porque mais uma vez se faz caro.

Costumo levar trabalho e espero sem grandes questões.

 

Sou chamada para a reunião, finalmente.

Entro.

Começa a reunião.

Nada de mais.

O Sr. Lopes sai por um instante.

Vou à mala dar uma olhadela no telemóvel.

Esqueci-me do Iphone, outra vez.

Olho para o LG.

Montes de chamadas do diretor.

Uma mensagem.

- Dá notícias. Se for preciso vai-lhe às trombas.

Deu-me vontade de rir.

Rapidamente envio uma mensagem.

 

- Não te preocupes, está tudo bem.

 

Só que a Joana, info-excluída. Ser do século XVI. Não envia a mensagem que pretende. Envia uma que o telemóvel tem, pré-feita.

 

- Não posso atender. Estou no cinema.

 

Entretanto arrumo o telemóvel.

A reunião prossegue. Sem stress.

Acaba a reunião.

Despeço-me.

- Joana, já sabe se quiser deixar o seu trabalho, fale comigo.

Diz sempre isto. Todas as vezes que lá vou. Quer apunhalar o inimigo a todo o custo.

Saí de lá.

 

Estou no quinto andar. Começo a descer as escadas.

Tiro o telemóvel.

Vejo uma quantidade astronómica de mensagens.

Primeira coisa que me passa na cabeça.

Morreu alguém.

 

Começo a ver:

- No cinema??

- Onde é que esse filha da %&$# te levou??

- Não aceites nada do filho da %&$#.

- Onde é que é. Eu vou-te buscar e parto-lhe a tromba.

- Não olhes a meios se precisares dá-lhe um pontapé nos &%&$#"/.

- Esse filho de uma grande %&$#.

- Joana, sai já daí...que c$%&#& do Lopes não é flor que se cheire.

- Filho da p%$&

...........e continuava...

 

Estranhei e fui ver a mensagem que tinha enviado.

Ia-me despencando, escada abaixo.

 

Envio-lhe uma mensagem:

- Está tudo bem. O filme já acabou!  Teve um final feliz! 

 

lg.jpg

 

37 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Um grupo no facebook para quem gosta de crafts!

  •  
  • Sigam-me

    Instagram

    Comentários recentes

    Calendário

    Setembro 2016

    D S T Q Q S S
    123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930

    Arquivo

    Mensagens

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.