Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

O meu prédio...#4

08.09.16, Joana Marques

Saí muito cedo de casa, às 6h.

Antes de sair de casa, fui com o cão à rua. Um passeio rápido. Estava com pressa.

 

Cheguei a casa por volta das 16h.

Tão feliz por chegar a casa!

Não está a ser uma semana fácil. O facto de ter ido para fora no fim de semana baralhou-me a organização: não fiz as compras que devia ter feito, não fiz as mil e umas tarefas domésticas que costumo despachar durante o fim de semana, não organizei nada de nada.

A jantarada a meio da semana só complicou...e animou!!

Começo por pôr a máquina da roupa a funcionar. Mais cheia que o Continente, nos 50% em cartão, em todos os brinquedos. O cão fica anestesiado, é o programa preferido olhar para a máquina de lavar.

Arrumo a loiça que está dentro da máquina.

Limpo as casas de banho.

 

Pego no cão e rua. O passeio habitual.

 

Regresso. Estendo a roupa.

 

Equipo-me e volto a sair, 7 km. Poucos mas corridos com boa vontade!

 

Tomo banho, janto.

Olho e vejo o cão com a trela na boca. Quer ir à rua.

 

Vou à rua com o cão novamente.

 

Volto a casa e toda a minha atenção recai sobre o meu hobbie do momento: pintar pratos para ter rapidamente a parede do hall de entrada pronta.

Comecei a pintar.

Joana, em modo Futre, concentradissíma...

Toca a campaínha. Com o susto faço um risco na peça que estava a pintar...oh! não...

 

Senhor Ludovino. Estava em baixo na entrada do prédio.

- Joana, onde é que se põe o pacote do leite????

- Amarelo.

 

Voltei ao que estava a fazer. Apago a borrada..e tudo o resto. Começo de novo.

Modo Futre.

Passado um pouco, toca a campaínha.

- Joana??? E os jornais??

- Azul.

 

Voltei mais uma vez ao meu prato. Azul e amarelo.

5 minutos, talvez, a campainha.

- Joana??? E o pacote do Nestum??

- Azul.

- Se é um pacote como o do leite não podem ficar juntos?

-Não, papelão no azul, pacote do leite no amarelo.

 

Voltei para o meu trabalho. Olho para o resultado. Olho para as horas. Tarde e amanhã é dia de trabalho. Ainda consigo pintar mais qualquer coisa.

 

Uns minutos depois volta a tocar a campaínha.

 

- Joana, já despejei o lixo. Juntei tudo...sou daltónico.

 

home-heart.jpg

 

Ontem...

07.09.16, Joana Marques

Jogava a seleção e eu achei que devia convidar o meu grupinho do costume.

Já nos batizámos e tudo!

"All the single ladies"!

Ou somos solteiros ou somos mulheres. Alguns de nós acumulam, eu, por exemplo: sou solteira e mulher.

Encomendei os melhores hamburguers da história, no talho do costume e mais umas coisitas.

Cheguei a casa e fui passear o cão.

Corri até Cascais, para levantar a encomenda no talho do senhor Hermílio.

Voltei a correr para Carcavelos.

Encontro o Sr. Ludovino e convido-o. Olha para mim como se eu fosse uma osga.

- Mas tu achas que eu tenho a tua idade??? Subir até ao segundo andar?

A desculpa é sempre a mesma.

- Se mudar de ideias....

Regressei a casa, fiz um caldo verde, temperei a carne. Fiz um bolo de chocolate e uma tarte de amêndoa que toda a gente gosta. Tinha gelado de limão (feito por mim) no congelador.

Adoro ter pessoas em casa.

Na outra reencarnação devo ter sido mãe de pelo menos 15 filhos. A minha mania de adotar bichos, plantas, amigos e vizinhos deve ter uma explicação e acho esta muito plausível.

Os meus amigos começaram a chegar.

O cão em stress. É uma simpatia o cão. Ama profundamente toda a gente, fora de casa ou na casa dos outros, em minha casa nem pensar. O território é dele...ah! e estou lá eu!

Tolera melhor as mulheres mas os homens...ui!

O Gonçalo e o Gui começam com os grelhados. Chega mais gente. A partir de um certo ponto já não nos lembramos do jogo. Queremos é falar uns com os outros e comer. E rir...até doer a barriga e o maxilar...

O cão continua em stress.

Nós no terraço. Uma noite espetacular. Uns queixam-se do calor, eu que tenho um termostato diferente, acho que tem estado perfeito. Andar de alças e de calções é o sonho da minha vida.

Alguém liga a televisão. Já está a dar o jogo. Portugal está a perder 2-0.

- Mentira.

- A sério!

Estava mesmo. Estava a começar a segunda parte. Lá nos lembrámos porque é que estávamos juntos: o jogo.

Começamos a ajeitar-nos na sala. Uns no sofá. Outros no chão com almofadas. Outros em cadeiras.

Sentei-me no chão. O cão ao meu lado. Não me larga nestes dias.

E vai-se chegando.

E chegando.

E chegando mais um bocadinho.

E adormece.

vasco23.png

Calor???

Nenhum....250 graus à sombra..

 

 

 

 

 

A caixinha de mensagens...#2

06.09.16, Joana Marques

Recebi esta mensagem...

mens.jpg

Tendo em conta que eu respondo a todas as mensagens que recebo (sms's, mail's, comentários, etc), esta mensagem só pode ser de dois tipos de pessoas:

1. homem que tem:

     a) namorada;

     b) mulher;

     c) um macaco amestrado;

     d) todos os anteriores...

 

2. homem de uma instituição financeira que me anda a ligar desde Julho, tem uma voz que é um estrondo. Evito atender o telefone porque tenho medo que com aquela voz, no meu ouvido, eu aceite o cartão de crédito que me anda a oferecer, um seguro de vida para o cão, um seguro de saúde para mim e ainda um PPR, em que só possa ter acesso ao dinheiro no dia em que fizer 100 anos.

 

Posto isto, vamos lá ver...

não me custa nada responder...por isso aqui vai!

 

Se está inserido na categoria 1, homem com namorada, mulher, macaco amestrado ou tudo o que tem direito; respondo assim:

dedo.jpg

 

Se está inserido na categoria 2, homem de instituição com uma voz que é um estrondo e que insiste num cartão de crédito que não vale um ovo podre, respondo assim:

 

dedo.jpg

Se está inserido na categoria  1 e 2...homem com namorada, mulher, macaco amestrato ou tudo o que tem direito e  trabalha numa instituição financeira com uma voz que é um estrondo e insiste num cartão de crédito que não vale um ovo podre, respondo assim:

dedos.jpg

Esclarecido?

Se tem dúvidas envie mensagem...já sabe, eu respondo sempre!

Sr Cão #4

05.09.16, Joana Marques

Sempre que tenho de viajar e não pode ir comigo fica na casa da minha irmã.

A casa tem jardim e tem uma box guardada para ele.

Ele detesta. A maioria das vezes este cão parece mais um gato. Adora conforto. Em minha casa tem um sofá só para ele, não deixa ninguém sentar-se lá. Nem eu posso...ele não deixa!

Quando percebe que vai para casa da minha irmã é mais do mesmo, infelicidade e chinfrineira dentro do carro.

O tempo em que fica lá, não come e mal se levanta.

Deixei-o lá de quinta a segunda-feira, dia que voltei de Barcelona.

Como não sabia o tempo que ia demorar, em Barcelona, achei melhor deixá-lo na tia.

As noticias eram as normais.

- Não come.

- Está triste...

O de sempre.

Cheguei.

Fui buscá-lo e logo à entrada levei um banho de xixi...pulos de meia noite. Começou a comer o que não tinha comido durante os dias que lá esteve. Mais pulos!

Entrou todo contente para dentro do carro.

Quando me apercebo tinha uma língua a lambuzar-me a cara de alto a baixo.

Xixi + baba....ok! É a vida.

Pulos, saltos, acrobacias dentro do carro....uma felicidade do caneco....

Olho para ele e quase me vejo ao espelho...tem dias em que também estou assim....

De repente ouço um barulho....vomitava como gente grande...um cheiro....parei o carro....

Dei uma volta com ele....para ver se o estômago acalmava...

Olho para dentro do carro e vejo o frete que tenho pela frente...mas, mais uma vez, é a vida!

Tento limpar logo ali...qualquer coisa.

Seguimos viagem.

Um cheiro diferente para pior......pensei que ia falecer...cócó por todo o lado... oh! céus!

Chego a casa. Dou-lhe banho e deixo-o. Desço as escadas com todo o material de limpeza que tenho.

O Sr. Ludovino oferece-se para ajudar e passa-me para a mão o Raid...pensa que é um ambientador...

Limpo o carro o melhor que consegui.

Ponho o carro na garagem e assim fica até ao outro dia de manhã com as portas e janelas abertas.

No dia seguinte ainda tinha um cheiro....desisti. Apanhei o comboio e o metro para o trabalho.

Quando voltei para casa, inspirei...fora do carro, ganhei coragem...e fui até ao Oeiras Parque e deixei lá o carro, para uma limpeza.

Se o caso não fosse trágico tinha-me escangalhado a rir...a cara do senhor.

- o que é que aconteceu aqui dentro?

- rebentou um cão....de V-Á-R-I-A-S M-A-N-E-I-R-A-S...

- ah!

Fiz umas compras. Fui buscar o carro. O cheiro continuava, não tão ativo mas ainda se sentia bem!

Portas e janelas abertas durante a noite.

No dia seguinte já consegui ir para o trabalho de carro...mas o cheiro...permanecia...

Passei o dia com o nariz em mim...a cheirar-me a mim própria...uma coisa linda!

Passei pelo Colombo e deixei o carro mais uma vez para uma outra limpeza. Pensei...tantos químicos, algum deles corta o cheiro.

O senhor olhou..

- tem a certeza?

Quem olhasse de fora para o carro ...via que estava imaculado.

- cheire...

- ah!

- pois...

Fui às compras mais uma vez e fui buscar o carro. Comprei no continente vários ambientadores com vários cheiros. Estava desesperada. Todos os cheiros são melhores que aquele que tinha no carro.

Fui buscar o carro. Ainda o cheiro. O senhor disse-me que tinha feito de tudo e que se eu pudesse devia deixar o carro aberto o mais tempo possível...que estranho, não me tinha ocorrido.

Deixei na garagem...com 4 ambientadores diferentes. Fechado para os ambientadores fazerem efeito.

No dia seguinte. Tive uma síncope. Acho que cheguei a ver São Pedro. Aqueles cheiros todos misturados..não foi boa ideia.

Liga-me o meu amigo Gonçalo. Chegado de férias.

- queres ir almoçar?

- sim, eu vou-te buscar, disse eu...

Chego ao Lagoas Park, ele entra no carro...e inspira uma vez, inspira duas...

- Que cheirinho é este??

Eu com suores frios...

- Já tive isto no carro....melão??

-Não Gonçalo, baunilha..

- ah!

Durante o almoço.

- O que raio é que se passa...olhas para mim e começas a rir...

Conto-lhe.....

 

 

 

 

 

Algarve..

02.09.16, Joana Marques

E uma pessoa (eu!) anda cansada...muito cansada...e decide tirar a sexta-feira para ir passar um fim-de-semana de sossego no Algarve.

 

A pessoa em questão (eu!) é hiperactiva e workaholic e por isso tem de passar pela delegação de Faro.

 

Avisa um dia antes porque quer dar uma vista de olhos em alguns valores...

 

E quando chega...tem isto à espera...

choco.jpg

 Há pessoas (eu!) com sorte neste mundo...é o que é!

 

Se eu fosse rica...

.....muito rica....

..estupidamente rica....

comprava a fábrica do chocolate Milka...

e nunca mais saía de lá!

I Milka

 

O meu prédio...#3

01.09.16, Joana Marques

Fiz lasanha para o jantar.

E como me apeteceu continuar na cozinha fiz um bolo mármore.

Sempre que faço um bolo divido pelos meus vizinhos. Não vou comer um bolo inteiro. Já experimentei congelar mas não gostei.

Dividi o bolo em três partes.

Como a lasanha dava para alimentar os habitantes de uma ilha do pacífico. Dividi-a e coloquei-a numa caixa.

Toco na Dona Cândida deixo o bolo.

Toco no Sr. Ludovino.

- Não está cá ninguém.

- É a Joana.

- Puxa a porta, está aberta!

Viva a segurança em Carcavelos City!!

Encontro o Sr. Ludovino na cozinha com a Dona Helena.

Ele a mexer numa cesta cheia de comprimidos. A Dona Helena a jantar.

Entrego-lhe o bolo e a lasanha.

- Não encontro os comprimidos azuis.

- Oi???

- Joana, como é que se chamam os comprimidos azuis?

- aaaaaaaaaaah....hummmmmmm....aspirina??

- ASPIRINA??? Não! Isso tenho eu aqui. Os azuis....

- Tantos comprimidos...

(eu a tentar desviar o foco, com a habilidade e subtileza de um hipopótamo...)

- Não encontro. Diz com um ar preocupado..

- E precisa deles AGORA?

- Não é para mim, é para a Lena.

-Oi?????

-Sim, a médica disse-lhe para tomar um sempre que tiver dor de cabeça.

Faço um ar....

Afinal o Sr. Ludovino estava à procura dos benurons, a caixa é azul e uma parte da cápsula também...

 

Vou já ali chicotear-me por ter pensamentos impróprios...

home-heart.jpg

 

Pág. 3/3