Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

Tal mãe. Tal filha.

07.01.18, Joana Marques

 

depositphotos_104522692-stock-illustration-hand-drawing-cartoon-happy-mom.jpg

Adoro o conforto da minha casa. E adoro sair de casa.

Sinto-me bem nos dois locais. É só pena não poder estar nos dois ao mesmo tempo.

Agora que tenho a Alice gosto de sair de casa com ela.

Já conduzo o carrinho dela na perfeição. E ai, vamos nós rua fora.

Quando o tempo permite gosto de passear aqui pelo paredão.

Gosto do cheiro a maresia.

 

Sou friorenta. Muito.

E acho que a Alice também é.

Por isso antes de sair de casa, toca de lhe vestir tudo aquilo que consigo.

A pobre da cachopa vai tão vestida que parece o abominável homem das neves.

Se olharmos com atenção podemos vislumbrar, uma criança, no meio de uma pilha de roupa.

Lá bem no meio, estão dois olhos, uma boca e um nariz. Nada mais fica de fora.

 

Hoje de manhã andava por aqui a passear com ela. E com o Vasco.

A Alice é muito curiosa. E olha para tudo com atenção. Parece absorver cada centímetro.

Sentei-me num banco, tirei-a do carrinho e dei-lhe colo.

Passa uma senhora que a vê. E faz-lhe festas.

Alice, é uma miúda simpática e mostra o seu melhor sorriso.

- Que sorte que tem! É a sua cara. Tive 3 filhos, 3 cesarianas dolorosas e nasceram os 3 com a cara do pai.

Tal mãe.

Tal filha.

 

 instagram

quando o melhor é de um dos nossos...

07.01.18, Joana Marques

Quando cheguei a Portugal, com a perna partida, soube, não interessa como, que um dos meus vizinhos de blog tinha escrito um livro.

Vizinho, porque partilha a plataforma sapo, com o Quiosque e muitos outros.

 

Escrever um livro é algo inacessível, para uma pessoa como eu.

Não estou a falar de livros com a história da carochinha...

Um livro, mesmo um livro!

Bem escrito.

Com uma boa história.

Que nos prenda até ao fim. Só pessoas maiores.

Refiro-me a um livro, como podia referir-me a um quadro, a uma escultura, a uma fotografia...

 

Comentei com a minha amiga Ana.

E qual não foi o meu espanto quando rasgo o papel da prenda de Natal e recebo o livro de presente.

P1071737.JPG

Comecei imediatamente a ler o livro.

Se fosse noutros tempos tinha-o lido em dois dias.

Atualmente, só consigo ler um bocadinho antes de dormir.

Terminei ontem.

Recomendo a quem gosta de boas histórias. Romances épicos. Amores maiores. E de África!

O livro é tudo isto e muito mais!

Podem comprá-lo aqui.