Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

bolo de iogurte. Sem glúten

17.04.18, Joana Marques

O bolo de iogurte faz parte do meu imaginário de miúda.

Cresci a comer bolo de iogurte. Em minha casa. Em casa dos meus avós.

Quando mudei a minha alimentação pela primeira vez. Cortei nos bolos. Ó vida triste!

 

Entretanto. No ano passado. Deu-se a revolução na minha alimentação.

E como a alimentação rege a vida. Deu-se também a revolução na minha vida.

Só que....

...o bolo de iogurte da minha infância tem glúten. Logo....

Comecei a magicar um substituto.

Põe ingrediente.

Tira ingrediente.

Mistura tudo. Claras em castelo? Ou não?

Enfim...

Consegui chegar a um bolo que gostei. Bastante.

 

Quando me encontrei com o Pedro, neste dia.

Depois de um bacalhau intragável comido em Estremoz.

Toca de atacar o bolo de iogurte.

Qual não foi o meu espanto, quando me disse:

- É alguma especialidade alentejana?

-Não. É bolo de iogurte.

- Não é nada como o da minha mãe....

Pois, o bolo de iogurte que a mãe do Pedro faz, deve ser o tradicional.

Que eu comi às toneladas quando era miúda.

 

Quando fui a casa dos pais do Pedro.

Ao almoço. Diz o Pedro.

- Ó mãe pede a receita do bolo de iogurte à Joana. É melhor que o teu...

Quase enfartei.

Quando saímos lá de casa. Tive de lhe dizer...

- Olha lá. Que raio de coisa para se dizer! Queres que a tua mãe me rogue pragas???

O homem riu-se. E não disse nada...

 

E não. O bolo..

....não é nenhuma especialidade alentejana. Não esperem um doce conventual..

É bom. Pelo menos eu gosto bastante. Até gosto mais do que o tradicional.

Mas...é um bolo de iogurte. Só isso.

Um bolo para o dia a dia.

 

 

Ingredientes:

um iogurte.

Tenho usado estes. Não experimentei o bolo com outros iogurtes.

4 (45).JPG5 ovos.

Uma colher de chá de fermento.

Duas colheres de sopa de óleo de coco liquido.

 

Usar o frasquinho do iogurte como medida:

Um frasquinho de farinha de amêndoa.

Dois frasquinhos de farinha de aveia.

Um frasquinho de açúcar de coco

(ajustem a quantidade de açúcar ao vosso paladar, para mim este é suficiente)

 

Bater as claras em castelo. Reservar.

Juntar os secos. Misturar bem.

Bater as gemas.

Acrescentar o iogurte, continuar a bater.

Juntar o óleo de coco, continuar a bater.

Juntar a mistura de secos, continuar a bater.

Arrumar a batedeira.

Incorporar delicadamente as claras em castelo ao preparado anterior.

Untar uma forma. E colocar no forno.

Forno médio. 30 minutos.

Desenformar quando estiver frio.

Gosto de o barrar com chocolate derretido (usei Vivani 92% cacau). Só para ficar com outro ar...

4 (29) (1).JPG

Se experimentarem. Não se esqueçam de partilhar....

No handmade life.

No meu facebook.

No meu instagram.

 

tag. Primavera #2

17.04.18, Joana Marques

Fui nomeada pela Ana Paula para responder a estas questões sobre a Primavera.

Já tinha respondido aqui.

Mas como estas perguntas são diferentes. Aqui vai!

 

Qual a temperatura ideal para um dia de primavera perfeito?

A temperatura perfeita para a minha pessoa. Sendo primavera ou não. É acima de 30º.

Esta é a verdade. Toda a verdade.

 

Sou friorenta. Muito friorenta.

Mas....

...detesto andar muito vestida.

Em casa ando quase sempre de calções.

Por isso sofro um bocado no inverno.

É normal. No inverno. Por baixo de um casaco hiper quente.Cachecol. Gorro. Luvas.

Encontrarem-me vestida com umas alcinhas.

Quando trabalhava em Lisboa. No escritório. EU! Comandava o ar condicionado.

E por muito que toda a gente se queixasse. Suasse em bica. Não queria saber.

O meu carro. É mais ou menos como o dia mais quente. Em África.

Naqueles dias muito quentes.

Quando toda a gente ameaça desmaiar.

Podem ver-me feliz e contente.

 

Andar enrolada em muita roupa. Em casa ou fora de casa está fora de questão.

Gosto de fazer muitas coisas. E a roupa, parecendo que não. Atrapalha.

As mangas compridas. Atrapalham.

As camisolas muito grossas. Atrapalham

Mexo-me muito porque sou hiperactiva.

Mexo-me muito porque sou friorenta, uso pouca roupa e preciso de aquecer.

 

Se te pedisse uma sugestão de passeio para estes dias mais floridos, qual seria?

 

Neste momento.

Todos os caminhos me levam até à praia da Adrága. Lá para os lados de Sintra.

Eu. O Pedro. A Alice. O Vasco.

Todos juntos.

Até pode não ser na Adrága. Se estivermos os 4. Vamos estar bem.

 

Se tivesses de escolher uma cor para esta primavera qual seria?

 

Esta questão. Respondi aqui.

 

O que esta estação significa para ti?

 

Significa. Renascer.

Depois do recolhimento do inverno. Nada melhor que o sol.

Tudo a florir à nossa volta.

Dar graças a Deus. Por não ter alergias. E poder respirar todos os cheiros. Do mar. Das flores.

Poder ouvir os pássaros logo de manhã.

Há lá coisa melhor que acordar ao som dos passarinhos?

 

Qual será, do teu ponto de vista, o grande acontecimento desta primavera (seja pessoal ou público)?

 

Depois de neste ultimo mês. A minha vida ter mudado radicalmente.

Vou responder como o outro.

- Prognósticos só no fim do jogo. Ou melhor, só no fim da primavera.

Direi que o melhor e o maior acontecimento. Será viver. Cada dia. Com a minha família.

A Alice chegou no fim de Dezembro. O Pedro em Março.

Uma família muito recente. Cheia de desafios pela frente.

 

Obrigada. Ana!

Por me teres nomeado.

Tenho ideia que toda a gente já respondeu a este desafio. Ou a outro muito parecido.

Por isso. Não vou nomear ninguém...

nas bocas do mundo...#24

17.04.18, Joana Marques

Escrevi neste post que a Alice tinha recebido uma Minnie quando foi a casa dos pais do Pedro.

Ontem a Bruxa Mimi, questionou-me se seria igual à da Magia.

A da Alice.

É esta.

Ou melhor é igual a esta.

 

minnie.jpg

 

A foto é daqui.

Porque a Minnie da Alice encontra-se em parte incerta.

Aqui em casa não encontro.

No meu carro também não.

Existem 4 cenários possíveis:

1- Está em casa dos meus pais.

2- Está no carro do Pedro.

3- A Alice pode tê-la perdido. E eu não ter dado conta.

4- O cão. Esse querido. Pode ter posto a pata na Minnie. Olhado para a esquerda:

- Ninguém está a ver.

Olhado para a direita.

- Lá lá lá lá lá....

E era uma vez uma Minnie. No ano passado comeu o presente de aniversário.

 

Este ano, antecipou-se. Antes que seja tarde demais...

Comeu a Minnie.

 

Só suposições. Só suposições.

Vamos ver se a Minnie dá sinal de vida nos próximos dias...

Vou estar atenta.

Aos cocós....