Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

nas bocas do mundo ...#33

30.06.18, Joana Marques

Faz hoje 15 dias.

Por esta hora.

No Alentejo.

Uma das casas era autentico rebuliço. A minha!

Nunca vi tantos nervos à flor da pele.

Exceto eu, claro! Tenho nervos de aço. E achei que no dia do meu casamento devia estar calma, relaxada e aproveitar todos os momentos.

Nunca tinha presenciado tanta proibição junta.

- Não comas!

- Não fales!

- Não mexas no cabelo.

- Não chores!

- Não pegues na Alice ao colo.

- Não te mexas para não sujar o vestido...

 

O meu único receio, mesmo era que o Pedro desistisse. 

- Aiiii, hoje não me apetece. Não vou comparecer. Adeus, Joana...e até sempre.

A bem da minha saúde física e psicológica.

O homem apareceu.

Estava eu vestidinha e arranjadinha. Quando vejo pela janela...lá ao fundo, depois da curva. Uma fila de carros todos em direção à minha casa.

O carro dele era o da frente.

E eu chorei que nem uma Joana Marques quase Rebelo.

A minha mãe quase me bateu.

A maquilhadora quase enfartou e ameaçou despedir-se.

O Zé, o meu cabeleireiro quase chorou por motivos diferentes dos meus.

E a minha irmã olhou para mim um ar mais reprovador de sempre.

 

Fora esta parte. Correu tudo bem.

 

Quem não se esqueceu deste dia. Foi a Alice.

A Alice Alfazema tem um blog maravilhoso.

Daqueles que eu gostava de ter mas não sou capaz.

O blog é tão bom, merece uma visita diária de todos.

 

Espreitem lá o post que ela fez no dia do meu casamento!

Obrigada, Alice!