Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

7 de Março

07.03.18, Joana Marques

Fiquei com a Alice só para mim. Hoje.

Às vezes fica com os meus pais. A maior parte dos dias.

Quando não podem. Fica comigo.

Hoje podiam. Mas fiquei com ela. Apeteceu-me tanto ficar com ela.

Não tinha nenhum Skype marcado. Fui gerindo o trabalho consoante os horários dela.

Quando cheguei de manhã, o cão convidou-nos para ir à rua.

Saímos os três. Não chovia. Nem fazia frio.

Vagueámos pelo Guincho.

Voltámos.

A Alice comeu. E adormeceu.

E eu dediquei-me ao trabalho.

Quando acordou. Estive com ela de corpo e alma.

Almoçou. Brincámos. Voltou a dormir.

E eu. Trabalho. Que remédio...

Quando acordou. Convidei o cão a sair.

Dormia refastelado na minha cama. Às vezes acho que a bexiga do cão consegue armazenar um camião tir de xixi.

Lá foi. O tempo não estava muito convidativo. Mas teve de ser.

O passeio foi só aqui à frente do prédio.

Sujou-se todo. Claro.

A lama é algo que o seduz...estranhamente. Já lhe dei banho...

 

Voltei a casa. Sentei a Alice em cima da mesa de apoio da sala.

Queria tirar-lhe os sapatos. E calçar-lhe umas meias...para andar aqui por casa mais confortável...

Tirei um sapato. Sempre a falar com ela.

Deixei de falar porque senti a mão dela na minha cara.

Olhei para ela.

Riu-se.

E disse.

- Mamã.

(ainda estou a assimilar....e em choque, sobretudo em choque..)

 

77 comentários

Comentar post

Pág. 1/4