Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

23.01.18

a cápsula do tempo...

Joana Marques

Desde muito pequena que me lembro dos meus pais nos dizerem para não aceitarmos nada de estranhos.

 

Era eu uma pirralha de 4/5 anos e era completamente impossível de aturar.

Passava o dia no infantário. Corria, saltava, pintava, construia e desconstruia tudo à minha volta.

Chegava a casa ainda com as pilhas a 98%.

A minha irmã ia-me buscar ao infantário quase todos os dias.

E era com alguma dificuldade que fazia o caminho para casa.

Pernas para que te quero. Lá ia eu a correr para chegar a casa. E a minha irmã que se amanhasse.

Se queria vir comigo...corresse.

Era parada pelo senhor da mercearia que me achava graça e me dava rebuçados.

- Toma lá, Joana.

Eu parava. Pegava no rebuçado. E corria até ao meu prédio. Subia as escadas. Tocava à campainha compulsivamente. Entrava.

E deitava fora o rebuçado.

minha irmã chegava uns minutos depois...sem fôlego.

 

Tanta vez fiz isto que me perguntaram lá por casa. Porque deitava os rebuçados fora.

- Vocês disseram-me para não aceitar nada de estranhos. Aceito para não o deixar triste mas deito fora.

Tiveram de me explicar que daquele senhor podia aceitar. A minha mãe era cliente e conhecia-o.

Foi uma descoberta maravilhosa. A partir daquele dia comecei a moderar a velocidade à frente da mercearia. A minha irmã agradeceu.

 

Tinha 7 anos. Continuava a ser uma pirralha chata. E insuportável. Estávamos à mesa.

Os meus pais tinham ido ao Alentejo. E tinham trazido um saco grande de limões.

E falavam entre eles a quem iam dar limões. Para não se estragarem.

Eu. Arranjei logo uma solução. Obviamente a solução certa.

- Porque é que não dão à Petra Marisa, o irmão dela consome e ela diz que precisam de limões.

 

A tensão arterial da minha mãe deve ter disparado. Parece-me que vi a veia da testa a bombear sangue desmesuradamente.

Muito calma a minha mãe disse.

- Petra? Nunca me tinhas falado nela.

- Petra Máaaaaaaaaarisa. Respondi eu. Aquele Máaaaaaaaaaarisa dito daquela forma desconcertava a minha mãe de alguma maneira.

A tensão arterial da minha mãe estava nos píncaros.

A minha mãe bebeu água.

O meu pai sempre menos stressado que a minha mãe. E normalmente divertido com as minhas coisas.

- O que é que disseste sobre o irmão da Petra Marisa?

- Consome. A Petra Máaaaaaaaaaaaaarisa diz que ele já vendeu o recheio da casa duas vezes.

A minha mãe quase sucumbiu. 

- Consome?? O que é isso?? Perguntou o meu irmão.

E eu com o ar mais natural do mundo. Disse.

- Consome!

É claro que eu não percebia nada do que estava a dizer.

Só estava a reproduzir uma conversa que uma colega de escola tinha tido comigo e com outros miúdos.

 

Lembro-me de o meu pai nos ter sentado a todos no sofá e nos explicar de uma forma simples o que era.

E alertado para os perigos.

A minha irmã tinha 16 anos já sabia alguma coisa sobre o assunto.

O meu irmão chocado perguntou-lhe:

- Porque é que não nos disseste antes?

E o meu pai respondeu.

- Vocês comeriam vidro?

É claro que eu sabia a resposta. Atropelei toda a gente. E respondi eu.

- Claro que não. É demasiado estúpido...

- Exatamente.

Fiquei inchada de orgulho. Eu era a mais nova e tinha respondido, certo. Toma lá Tiago, toma lá Sofia.

- Nunca vos falei sobre este assunto porque acho que tenho 3 filhos inteligentes que na altura de saber escolher, escolherão bem. Droga é como comer vidro. É estúpido.

Ficou por ali a conversa.

Eu nunca experimentei. Os meus irmãos que eu saiba também não...

 

Isto veio-me à memória. Porque  agora tenho uma filha.

E porque ao que parece há pessoas a comer cápsulas de detergentes.

Faz me pensar...

E se eu não conseguir ser tão eficaz como os meus pais..

A experiência que eu tenho em educar é tão curta e não muito recomendável...

...vocês sabem como se comporta o cão...

 

Era tão bom. Uma cápsula do tempo.

Para que a Alice pudesse presenciar esta conversa.

 

 

 

 

12 comentários

Comentar post

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

contador de acesso grátis

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D