Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

a devolução

17.01.19, Joana Marques

9 de janeiro de 2014

quinta-feira

 

Estava doente. Aquela dorzinha na garganta. Aquele mau estar geral.

Aquela febre que não era muita mas não passava e atormentava.

O meu pai disse-me para ir ao médico.

A minha mãe disse-me para ir ao médico.

Os meus irmãos disseram-me para ir ao médico.

O meu namorado da altura era médico. E disse-me para ir ao médico. 

Como era asmática, ainda sou, achou que não devia brincar com a situação.

Fui ao médico? Claro que não!

 

10 de janeiro de 2014

sexta-feira

Continuava doente. 

Mas...

...o fim de semana estava à porta. O meu namorado ia trabalhar no dia seguinte.

E eu queria ir a Paris. Aos saldos. 

O meu pai disse-me para não ir.

A minha mãe disse-me para não ir.

O meu namorado disse-me para não ir.

Eu fui. 

 

11 de janeiro de 2014

sábado

 

Estava doente. Mas diverti-me à brava...

..fiquei em casa de uma amiga minha. E palmilhámos Paris. Como Paris merece.

O Sporting empatou com o Estoril. Tirou um pouco o brilho à minha alegria mas...

...Paris é Paris!

 

12 de Janeiro de 2014.

Domingo

 

Estava doente.

O corpo gritava por repouso. A febre rondava os 39. 

Nada que um antipirético não resolvesse.

Voltei de Paris.

Os meus pais voltaram a dizer-me que devia ir ao médico.

O meu namorado.

Os meus irmãos. Os meus amigos.

- Ah! E tal...amanhã logo vejo como estou mas tenho mesmo de ir trabalhar de manhã!

 

13 de Janeiro de 2014

segunda-feira

 

- Estão a ver que eu tinha razão? Médico para quê! Estou ótima.

Disse eu em alto e bom som! Para toda a gente ouvir.

 

17 de Janeiro de 2014

sexta-feira

 

Estava muito doente.

A minha febre subiu até aos 40º. E não baixava por nada deste mundo.

Mal conseguia estar em pé.

Fui ao hospital.

Pneumonia. Bilateral.

 

Uma reação alérgica grave a um medicamento fez-me parar o coração.

Faz hoje 5 anos que morri.

Faz hoje 5 anos que acordei. E sobrevivi.

Quando abri os olhos. Entubada e sem poder falar. Vi os meus pais a chorar.

Nunca tinha visto o meu pai a chorar....

...confusa. Sem saber onde estava. Pensei para mim...

- Alguém morreu.

Mais tarde percebi quem tinha morrido. Eu.

 

Na minha família dizem que fui devolvida.

Por defeito. Digo eu.

Faz hoje 5 anos. Que nasci outra vez.

 

Já leram a entrevista que dei ao blog

"nas nuvens de um terceiro andar" ?

 

No quiosque há dois anos

Um churrasco....

 

No quiosque há um ano

ah! ah! Coitado do Vasco!

 

Já seguem o Quiosque?

Instagram

Facebook

handmade life

Bloglovin

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.