Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

a lengalenga...

19.03.19, Joana Marques

Entre nós os dois havia uma lengalenga que improvisávamos e inventávamos sempre que nos apetecia. 

Eu pensava, pensava e pensava.

O dia inteiro.

Numa forma de completar a lengalenga.

Às vezes ficava despachada logo de manhã. 

E esperava por ele o dia todo para lhe debitar o que me tinha vindo à cabeça.

Outras vezes era o meu pai que completava da forma que lhe dava jeito.

Ainda hoje. Muitas vezes falamos e algum de nós se sai com a lengalenga inventada no momento.

 

João e Joana.

Joana e João.

Quando formos para o Alentejo

vamos lançar o peão.

Sempre nos levou pela conversa.

Sem levantar a voz. Excepto quando assiste aos jogos do Sporting.

Pela clareza da mensagem. E pela consistência do discurso.

Sempre nos levou pelo exemplo.

Nunca pela força.

Ou pela mentira.

João e Joana.

Joana e João.

Ou comes a fruta

ou comes o pão.

 

Ensinou-me a jogar às damas e a jogar xadrez.

A decorar a tabuada do 7 que a professora não perdoava.

Ensinou-me os rios e as montanhas.

Explicou-me tudo sobre os reis e rainhas de Portugal.

Foi ele que me ajudou a fazer aquele trabalho sobre o Marquês de Pombal.

Foi com ele que aprendi a desenhar o perfil de uma pessoa.

 

João e Joana.

Joana e João.

Podes dar-me um tostão?

 

Ensinou-me tudo o que sei sobre o Sporting e foi pela mão dele que entrei em Alvalade pela primeira vez.

Vi com ele os 7-1 porque fiz uma birra descomunal nesse dia e ele lá me levou.

Foi ele que me pegou ao colo e me deixou aninhar-me nos braços quando tinha medo.

Foi ele que me disse: "vai correr bem só tens de confiar em ti" quando fiz o exame de análise III e achava mesmo, mesmo que ia chumbar. 

 

João e Joana.

Joana e João.

Papá, posso ter um cão??

- Não...

 

Foi ele que me disse: " não te preocupes, se correr mal paciência" quando eu precisava mesmo, mesmo de ouvir isso.

Foi com ele que vi neve pela primeira vez.

Foi pela mão dele que entrei pela primeira vez dentro de um avião e percebi que era ali que ia ser feliz.

 

João e Joana.

Joana e João.

Fui a Alvalade e vi o Jordão.

 

Foi ele que me comprou as miniaturas das personagens da Abelha Maia.

E eu obriguei-o a decorar todos os nomes de todos os bonequinhos.

 

João e Joana.

Joana e João.

Come a sopa toda

ou não és um avião!

 

Foi com ele que entrei pela primeira vez dentro de uma sala de cinema e como não achei piadinha nenhuma ao filme passei a sessão inteira a abrir e a fechar as cadeiras da nossa fila.

Foi ele que me ensinou a dançar valsa e foi numa destas aventuras que partimos a mesinha de chá que era da avó Adélia.

Foi com ele que morri a rir quando tocou um despertador que eu tinha andado a brincar e o meu irmão entornou o sumo com o susto.

Foi ele que me deu a pouco e pouco o dinheiro que sobrava do jornal de domingo para eu comprar os cromos dos "Dias Felizes". 

Pegava-me ao colo, chamava-me Jota e dizia-me ao ouvido:

- Podes falar um bocadinho mais baixo, as pessoas em Macau escusam de te ouvir.

 

João e Joana.

Joana e João.

Come lá o empadão!

 

Só ele me fazia tomar o xarope para a tosse.

Se fosse com outra pessoa ameaçava vomitar um pulmão quem sabe os dois.

 

João e Joana.

Joana e João.

Eu vi o Manuel Fernandes

marcar um golão.

 

Foi ele que me comprou uma máquina de escrever.

Porque eu era uma miúda que achava que ia escrever um romance.

Depois percebi....que tinha mais talento para ...ainda não descobri.

 

João e Joana.

Joana e João.

Se comeres tudo, 

levo-te ao Japão!

 

Vi o meu pai ficar de lágrimas nos olhos quando um dia o pai dele lhe disse que dos três filhos que tinha eu era a mais parecida com ele.

Corei de orgulho. 

João e Joana.

Joana e João.

E o Sporting 

vai ser campeão!

 

Foi abraçada a ele que chorei a morte da minha avó Maria. 

 

João e Joana.

Joana e João.

...........

..............

- Então Joana não completas??

- Não posso, só me lembro de uma palavra que rima e não pode ser...

- Qual é a palavra?? Pode! Pode...

- Está bem....

João e Joana.

Joana e João.

O meu pai NÃO é um aldrabão...

(o meu pai riu até chorar...)

 

Foi o meu pai que, contrariando toda a gente, me apoiou quando eu decidi começar a trabalhar aos 17 anos.

Toda a minha vida ouvi da boca dele palavras de incentivo. E nunca o contrário.

- Tem coragem!

- Esforça-te!

- Eu sei que vais conseguir!

- Não desistas!

Sempre foi tão convincente que eu a determinada altura achei mesmo que podia ser um avião.

 

João e Joana.

Joana e João.

Já fui a Paris, Praga e Milão!

 

E quando lhe disse que ia adoptar a Alice? 

- Vais ser a melhor mãe do mundo porque aprendeste com as melhores. (a minha mãe e as minhas avós)

Foi ele que me levou ao altar com lágrimas nos olhos e disse-me que ia ser muito feliz.

O meu pai tem mel na alma. É doce. Compreende-me. Lê-me o pensamento.

Guia-me. Há 38 anos que me guia. 

João e Joana.

Joana e João.

Olha lá para este Vasco 

todo pingão!

O meu pai nunca me disse como viver.

O meu pai vive e eu assisto. 

É com ele que aprendo todos os dias a ser melhor...

 

João e Joana.

Joana e João.

Gosto de ti até Plutão.

Ir e voltar.

Passando pela lua e pelo Porto Brandão!

 

João e Joana.

Joana e João.

Para o melhor pai do mundo.

Um beijo, um abraço, o mundo...

e o meu coração.

 

Para o meu querido pai.

Um feliz dia do pai. 

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.