Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

a vingança do Senhor Ludovino..

04.07.18, Joana Marques

Para perceberem a dimensão do acontecimento, devem ler primeiro este post!

 

Devíamos ter chegado no Sábado mas está-se tão bem no Alentejo que prolongámos a estadia até não mais poder.

Chegámos no Domingo, depois de almoçar em casa dos pais do Pedro.

Senhor Ludovino que já não nos via desde o dia nosso casamento saudou-nos efusivamente.

Depois de todos os cumprimentos, olhou para a Alice e disse:

- É mesmo bonita esta menina...

E mandou-nos esperar.

Voltou.

E entregou à Alice um saco com um presente.

Ajudei-a a rasgar o papel.

E...

......com um milhão de Slimanis. Era um pianinho.

Eu e o Pedro enfartámos ao mesmo tempo.

Diz-me o Pedro...

- Chamamos o Onofre, outra vez?

E o senhor Ludovino meteu-se na conversa..

- Ah! Vocês conhecem o meu amigo Onofre, aquele que tem diabetes. Coitado! Já lhe cortaram um dedo do pé e tudo..

- Ó senhor Ludovino esse não se chama Gilberto?

- Ai, Joana! Estou tão velho que até já troco o nome dos meus amigos. Esse é o Gilberto é...o Onofre é o aquele que trabalhava no forno crematório do Alto de São João, coitado está quase cego...

- Diabetes? Perguntou o Pedro.

- Não, não, acho que foi por causa dos gazes...

 

- Estejam descansados quanto às pilhas!

- As pilhas?

- Sim, do brinquedo! Deitei as originais fora e comprei da marca durex.

- Duracel?

- Talvez..mas tenho quase a certeza que comprei durex...

 

A conversa ficou por aqui.

A Alice brincou com o pianinho o resto do Domingo.

Não é tão irritante como a corneta. Mas...

....estou a dar em maluca.

Não voltei a chamar o Onofre porque...

...não tive coragem. Mas ando a pensar numa maneira qualquer de desviar o pianinho...

 

Boomerang.

A lei do retorno.

Cá se fazem, cá se pagam.

A vingança serve-se fria.

Onofre, o burrinho alentejano...foi vingado, pelo senhor Ludovino!