Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

Alto e pára o baile!

12.11.18, Joana Marques

O Pedro chega muitas vezes esgotado do trabalho.

Eu bem tento. Quando ele chega. Estar esgotada também. Só por solidariedade...

Não é fácil. Aliás, direi que é impossível a maioria dos dias.

Joaninha tem energia para gastar, dar, vender....

Nasci com uma pilha Duracel incorporada. 37 anos e mais uns meses depois. Funciona que é uma perfeição.

 

Um dia destes.

O homem. Chegou. Cansado. E sentou-se.

Tinha à espera dele a revista preferida. Chega todos os meses e vem diretamente de França.

O homem folheia a  revista com tanto gosto que desconfiei. 

- Tanto interesse, tanto interesse...deve ser a Playboy.

Antes fosse! Não era. Infelizmente! 

Se vocês vissem o que eu vi. Quase não jantei. Tal foi o choque.

Órgãos estraçalhados. E em muito mau estado.

 

A Alice andava por ali a brincar. Entretida na sua cozinha.

O cão. Dormitava no sofá. Enquanto o Pedro lia a revista.

E eu?

Perguntam vocês.

Pois, Joana. Passou a correr para regar umas plantas que ainda não tinham ido para a casa nova.

Joana, voltou a passar a correr porque se lembrou que tinha de ir à cozinha tirar do forno o jantar.

Depois, Joana saiu da cozinha a correr e desceu as escada e foi até ao antigo escritório buscar uma caixa.

E, Joana subiu com a caixa (vazia) e entrou na sala. Joana passou pela família com a caixa e entrou no terraço.

Deu a volta e saiu do terraço pela cozinha e voltou a aparecer na sala com a caixa na mão e uma quantidade de coisas lá dentro.

 

O Pedro. Tirou os olhos da revista e disse com aquela voz meiga e muito calmamente:

-Não achas que é altura de descansares?

Eu fiz um ar completamente surpreendida de:

Descansar?? Porquê?? Se ainda tenho forças para ir trabalhar para as obras durante meia dúzia de horas....

Entrei novamente no terraço com a caixa na mão e saí logo de seguida.

 

A Alice apareceu à minha frente com um ar de zangada.

Com as mãos para cima e disse aos gritos:
- Wuuuuuuana. Pára! Pára já!!

 

Até larguei a caixa. 

Joaninha. Eu!

Parecia um cãozinho. Rabinho entre as pernas. Casota....

Sentei-me e tudo...

....

Há dois anos no Quiosque!

Joaninha bem pede!

Joaninha, recebe?? Não!

Pai Natal a descer na consideração da Joana desde 1981!

 

Há um ano no Quiosque!

Joaninha bem pede!

Joaninha, recebe? Não!

Pai Natal a descer na consideração da Joana desde 1981!

Joana! O Pai Natal não existe.....

 

Já seguem o quiosque?

Instagram

Facebook

handmade life

Bloglovin

67 comentários

Comentar post

Pág. 1/2