Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

22.06.18

de todas as formas possíveis. Para melhor...

Joana Marques

Depois da aventura e desventura que foi o reencontro com o Vasco, seguiu-se o reencontro com a Alice.

Os meus pais e o meu sobrinho já tinham voltado para Lisboa.

E eu fiquei à espera que ela acordasse.

Com o cão deitado nos meus pés. 

 

Acordou. A minha rica filha.

Olhou para mim.

Fez um sorriso do tamanho do mundo.

Tirei-a da cama.

Abracei-a.

O Pedro pegou nela. Falou com ela.

Riu-se para ele.

E pediu para a pôr no chão. A vida dela não é esta. Há muito para fazer quando está acordada.

Ficou a olhar para nós.

E de repente.

Passou-se....

...começou a ralhar connosco.

Em alicês! Um tipo de idioma que só ela domina...

Estou desconfiada que o Vasco também percebe qualquer coisa mas não tem doutoramento como ela.

 

- Olha, acho que ela está a dar-nos um raspanete! Disse o Pedro.

 

Nunca me senti tão pequenina como naquele momento.

Eu, Joana...

...cresci a ouvir raspanetes da minha mãe e do meu pai. Muito mais da minha mãe do que do meu pai.

A verdade é que os que a minha mãe me dava nem chegavam a entrar no canal auditivo.

Os do meu pai eram mais levados em conta, ainda assim não faziam grande mossa na minha auto-estima ou na minha maneira de atuar.

Se era para ser um avião...eu era um avião e atirava-me da cerejeira que estava em frente à casa da minha avó. 

 

Ontem. 

O meu coração quase parou.

Alice furiosa da vida. Possuída pelo espírito daquela senhora, vestida de cor de rosa, que dá as notícias na Coreia do Norte.

Um dedo apontado para nós. Refilou, refilou, refilou....

Vociferou.

Gesticulou.

Resmungou. Acho que nos chamou nomes e tudo.

 

 

Parou o sermão.

Olhou para nós.

Foi à vidinha dela. 

Chamei-a para lanchar. Deixou-se apanhar.

Estrafeguei-a. 

Ela, generosa, lá me perdoou.

Depois do lanche estivemos os 4 a brincar.

O Vasco sempre a desconversar. A roubar meias, brinquedos e a distribuir lambidelas pelos presentes.

A Alice a rir-se com a cara toda. A dar beijinhos quando lhe pedia...

Eu a olhar para aqueles 80 cm de gente.

 

Mudou a minha vida!

De todas as formas possíveis.

Para melhor, para melhor....

 

 

21 comentários

Comentar post

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

contador de acesso grátis

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

  • Filomena

    Parabéns pelo filhote que vem a caminho ,felicidad...

  • Filomena

    A tua familia é óptima . A minha é fabulosa ,quan...

  • Mamã Tranquila

    Tenho uma máfia parecida.... e sabe tão bem....É o...

  • Joana Marques

    Ele já sabe......mas ainda bem que me dizes...tenh...

  • Aurea

    Tu não lhe digas nada da mudança ou ele ainda cont...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D