Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

e o amor?

04.01.18, Joana Marques

A Alice apareceu na minha vida inesperadamente.

Tinha-me candidatado há tanto tempo que já não fazia conta. Já me tinha esquecido.

Podia ter dito que não. Mas não hesitei por um segundo.

 

Depois de ter dito que sim. E de já estar tudo certo. Comecei a contar aos que me estão mais próximos.

Os meus pais receberam bem a notícia.

Os meus sobrinhos adoraram a notícia.

Os meus irmãos disseram que eu estava doida.

 

E os meus amigos mais próximos apoiaram-me mas...

- Já percebeste que com uma filha vais ficar solteira para sempre???

 

É claro que quando disse que sim, que ficava com a Alice não pensei nisso. Depois sim...

E percebi que se não encontrar o amor, ou ele não me encontrar a mim. Encontrei um amor maior...

Um não invalida o outro, eu sei.

 

No amor sou um bicho complicado.

Antes de a Alice aparecer já estava sozinha.

Porque sou complicada. Porque sou picuinhas em muitas coisas. Em muitos pormenores.

1 (15).jpg

Quando me apaixono o meu nível de envolvimento é grande.

Se estiver com alguém estou devotadamente com essa pessoa.

Não me passeio por outras ruelas. Nem espalho charme noutros jardins.

E só assim vale a pena. Para mim...

 

É claro que da outra parte espero o mesmo.

Não estou a dizer que se isole do mundo. Seria um disparate.

Mas há atenções, graças e comentários que só devemos ter com a nossa pessoa.

E isso não é fácil de encontrar.

Se juntarmos a isso uma filha. Será pior?

A maioria dirá que sim. Eu digo que não.

 

Se alguém quiser ficar comigo, tendo eu uma filha, é porque é alguém superior. Maior que o comum dos mortais.

E é provável que eu me deixe de coisas.

E aceite amar de uma vez por todas.

 

 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Joana Marques

    05.01.18

    também acho que vai aparecer....digo eu que sou sempre optimista!
  • Imagem de perfil

    Corvo

    05.01.18

    Olha Joana.
    Desculpa meter-me na conversa com a tua leitora, mas não tem nada a ver com optimismo. Quando ele aparecer sabes logo. Digo-te como.
    É evidente que nesses teus amigos mais chegados ele não está. As suas primeiras palavras " Já percebeste que com uma filha vais ficar solteira para sempre???" disseram tudo que lhes vai na alma.
    Então como o podes reconhecer? Da seguinte maneira.
    Quando entre a multidão, num convívio, numa saída com amigos, no cinema ou numa discoteca, enfim; em todo o lado onde a vida social leva uma mulher; quando vires de entre todos aqueles que te rodeiam, que dizem piadas elegantes, que se interessam e se desfasem em solicitude para contigo, enfim, que se evidenciam para serem notados, repara , disfarçadamente como as mulheres sabem fazer, nos olhos daquele que fica para trás. Repara naquele que te olha embevecido e não se aproxima.
    Não porque seja tímido ou acanhado, ou não saiba socializar, mas todo o homem que verdadeiramente ama uma mulher sente-se sempre não merecedor da sua atenção.
    Repara nos olhos dele quando pensa que nem estás a ligar.
    Somos muito vulneráveis quando verdadeiramente amamos. Sempre tímidos e medrosos.
    Olha-lhe para os olhos e se gostares dele, casa com ele e serás feliz.
    Fica bem. Um excelente fim-de-semana
  • Imagem de perfil

    Bruxa Mimi

    15.04.18

    Corvo, fiquei emocionada ao ler este comentário - tão bonito!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.