Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

é preciso uma aldeia...

12.09.19, Joana Marques

De Alentejos diferentes. Um mais para norte outro mais para sul.

De Alentejos iguais. Porque o norte e o sul fazem muito pouca diferença quando é o amor que está em jogo.

Os meus sogros. 

 

Começaram por morar em Odivelas mal acabaram de casar.

Uma casa do tamanho de uma noz, segundo a minha sogra.

Uns anos depois mudaram-se para o Montijo e nunca mais saíram de lá.

Primeiro numa casa alugada. 

Depois compraram um apartamento um pouco maior e daí a uns anos mudaram-se para uma casa com quintal.

Entre o jardim e uma mini horta vão passando o tempo.

Sendo o Pedro filho único, viveram sempre um bocado para ele. É normal.

Antes do Pedro casar, passava por casa dos pais sempre que podia, à vezes todos os dias e quando estava de folga era frequente dormir lá.

Um filho nunca cresce e o Pedro é o menino deles.

O Pedro é o verdadeiro menino da mamã e do papá. É bom de ver...tanto mimo bom para aqueles lados....

 

Não é por serem meus sogros mas são pessoas maravilhosas.

Com um coração grande.

Só assim se explica os braços abertos com que me receberam a mim mas sobretudo à Alice.

Adoram passar tempo com as netas. O único senão é que estão no Montijo.

 

Não é longe de Oeiras mas também não é perto.

Com os meus pais a morar no Estoril, é mais prático para nós deixar a Alice e a Mariana com os meus pais do que com os pais do Pedro. Mas...

....tendo os meus pais neste momento 8 netos e sendo muito solicitados para tomar conta de vários, muitas vezes torna-se inviável.

É certo que os filhos da minha irmã já não dão trabalho. Estão criados. 

Os do meu irmão são diferentes. A Margarida por exemplo está com dois anos.

Ficarem com a Alice, a Margarida e a Mariana ao mesmo tempo é a loucura!

Para além de que estando reformados podiam aproveitar para ir dar umas voltas e distrair de outra maneira em vez de ficar presos aos netos todos os dias.

 

Foi por isso que eu e o Pedro ponderámos e não sendo viável ter a Alice em casa dos meus pais como já esteve antes da Mariana nascer decidimos que tinha de ir para um infantário.

Tenho a certeza que se ia adaptar bem.

Tenho a certeza que no geral ia gostar. Mas...

....não era isso que tinha idealizado. Aos 3 anos sim. Aos dois...ainda não estou preparada.

 

Ontem. Os pais do Pedro vieram cá almoçar. 

E...

...ao mesmo tempo que nos deram uma novidade fizeram-nos uma pergunta.

Enquanto estivemos na África do Sul andaram por aqui a ver casas.

Encontraram uma que lhes agradou. No concelho de Oeiras.

Um quintal um pouco mais pequeno que o deles, mas ainda assim...um pouco de ar livre.

Uma casa um pouco mais pequena que a do Montijo mas segundo eles perfeita porque não dá tanto trabalho.

Uma troca de casas e um ajuste financeiro porque embora a casa aqui seja mais pequena é mais cara. 

E...

....num passo de mágica. Toda a nossa aldeia junta.

Perguntaram-nos a nossa opinião.

Nem deixei o Pedro responder...

Só me apeteceu abraça-los!

A Alice não precisa de ir para o infantário já.

A Mariana pode intercalar e não ficar sempre em casa dos meus pais.

O Pedro fica com os pais mesmo aqui ao lado.

Os pais do Pedro podem vir muito mais vezes cá a casa e se precisarem de alguma coisa estamos mesmo ao lado uns dos outros.

A convivência frequente das netas com os avós, todos os avós, não tem preço.

Os avós, todos, vão ensinar-lhes tanto!

 

Passados uns minutos de euforia e egoísmo à parte, lembrei-me que iam deixar para trás uma vida de recordações e perguntei-lhes:

- Querem mesmo, mesmo fazer isso! Já conhecem toda a gente lá....vão ter de mudar a vida toda!

- O presente é que importa e o presente são vocês. 

 

Dizem que...

...é preciso uma aldeia para educar uma criança. 💚

Sobrevivemos sem a aldeia...mas é tão melhor quando existe!

 

Há três anos no Quiosque!

Se nunca leram. Devem ler.

Ponham-se no meu lugar....e façam o favor de rir...

 

Há dois anos no Quiosque!

Post 1: O projeto maravilhoso da Cláudia!

 

Post 2: Sou uma otimista assumida!

 

Post 3: Futebolisticamente falando sou supersticiosa até ao tutano!

Valeu a pena, no ano passado!

 

Há um ano no Quiosque.

Senhor Ludovino!

 

 

Instagram

Facebook

handmade life

Bloglovin

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Joana Marques

    12.09.19

    um privilégio...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.