Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

é sempre primavera

26.03.18, Joana Marques

Nunca tinha dado conta. Até nascer a primeira sobrinha.

O mundo não somos nós. Nem tão pouco a nossa geração.

Por alguma razão, o planeta é redondo.

Hoje, parece-me uma metáfora. Uma boa metáfora. Para o que é a vida.

A vida ensina-nos que não somos insusbstituíveis.

O mundo não gira à nossa volta. A mais pura das verdades.

Quando somos novos. É dificil perceber. Nem acreditamos.

Eu só percebi. Quando nasceu a Madalena. A primeira.

Até esse dia. Eu era a mais nova do meu núcleo.

A partir desse momento dei lugar a outra pessoa.

Que passou a ter a atenção necessária e merecida.

Se por um lado. Gostei do foco passar a estar virado para outro lado.

Por outro. Não estava preparada para isso acontecer.

Passou-me. Rapidamente.

Quando o Pedro nasceu. Há 18 anos. Aí sim. Já estava preparada para o receber. Como deve ser.

Seguiu-se a Inês.

 

É boa esta renovação. O reciclar da vida.

É muito bom. Pertencer a uma família cheia de crianças.

Continuar a ver o mundo pelos olhos delas.

A alegria é contagiante. E constante.

Quando somos crianças o mundo é nosso.

É sempre primavera!

 

Há onze anos. Tinha eu uns miseráveis 26 anos.

Nasceu a Carlota. A primeira filha do meu irmão.

Uma boneca. Linda. Morena como o pai, meu irmão. Como o avô, meu pai. Como o bisavô Joaquim, meu avô.

Muito calma.

Ponderada. Carinhosa.

Muito musical. Canta deliciosamente. E quando canta. O mundo pára. E é mesmo dela.

O sorriso mais bonito do mundo.

 

Hoje é dia de festa aqui em casa.

O dia é teu Carlota. Querida.

E o mundo também!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.