Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

04.03.18

Escher. A exposição..

Joana Marques

"Somente aqueles que tentam o absurdo conseguem o impossível"

Maurits Cornelis Escher

escher11.jpg

 

Finalmente.

Consegui ir à exposição.

Achei eu que conhecia bem a obra do artista.

1 (9) (1).JPG

Não. O meu conhecimento, afinal, era só sobre a ultima fase do seu trabalho.

O início. O princípio. Escapavam-me.

O enquadramento da sua obra, na vida, também.

 

As obras do artista, ao longo da exposição, colocam o nosso cérebro à prova.

O que vemos à partida. É pouco para tudo o que cada obra transmite.

É uma exposição para se ver lentamente. O que parece à primeira vista não é. Temos de olhar duas, três, quatro vezes. Muitas vezes.

 

 

Escher nasceu na Holanda em 1898 e morreu em 1972.

Não foi um aluno brilhante. Pelo contrário.

Andou meio perdido até encontrar Samuel Jessurun de Mesquita. Mesquita, orientou Escher, a estudar artes gráficas em vez de arquitectura.

Depois de terminar os estudos, Escher viajou para Itália. Este país terá uma influência tremenda na sua obra. Facto que eu desconhecia.

As obras que fez sobre Itália à noite são absolutamente geniais.

Simples. Simples. Só preto. E branco. Nada de cinzento.

escher15 (1).jpg

Foi em Itália que conheceu a sua mulher.

Ao longo da sua vida viajou pela Suíça. Bélgica. Espanha.

Alhambra é uma influência fundamental na sua obra.

É por aqui que surge a fase das pavimentações.

Alguns esboços que faz parecem saídos de uma aula de Educação Visual de miúdos de 5º ano.

Para logo a seguir nos contemplar com tesselações complexas que não percebemos ao primeiro olhar.

Para nos ajudar a decifrar muitas das obras, à entrada facultam-nos um audioguia, precioso.

Algumas obras são tão complexas que só alguém entendido em Matemática chegará lá. Eu sou só uma gestora...curiosa.

 

Ao longo da exposição, vão aparecendo atividades interativas que nos põe à prova.

É engraçado ver como os museus mudaram. Quando era mais miúda andávamos em bicos de pés. Hoje podemos, mediante algumas regras, interagir com as obras. Tirar fotos. Partilhar. Convidar os outros a participar. A juntarem-se.

escher14.jpg

 

E as selfies?

Usando os conceitos idealizados por Escher, ao longo da exposição, podemos ir tirando selfies engraçadas para mais tarde recordar.

 

A exposição está dividida em 7 partes.

 

Período Inicial

escher3 (1).jpg

 

 

Tesselações

escher4.jpg

 

 Estrutura do Espaço

escher5 (1).jpg

 

Metamorfose

escher2 (1).jpg

 

Paradoxos Geométricos

 

escher (1).jpg

 Trabalho Comissionado

escher12 (1).jpg

 Eschermania

escher10.jpg

 

Horário: 10h – 20h (todos os dias)

Contactos: escheremlisboa@gmail.com

Museu de Arte Popular

 Av. Brasília – 1400-038 Lisboa

Belém

 

1 (14) (4).JPG

 

Bilhete Inteiro € 11,00 + gastos de gestão  (o preço do bilhete inclui audioguia)

Bilhete Reduzido € 9,00 + gastos de gestão   (+ de 65 anos e estudantes universitários de até 26 anos (com documento); mobilidade reduzida com acompanhante gratuito. O preço do bilhete inclui audioguia)

Bilhete Jovens € 9,00 + gastos de gestão    (dos 11 aos 18 anos com documento. O preço do bilhete inclui audioguia)

Bilhete Universitários  € 8,00 + gastos de gestão  (Todas as segundas-feiras, para todos os estudantes universitários sem limites de idade, com certificado universitário. O preço do bilhete inclui audioguia)

Bilhete Criança € 4,00 + gastos de gestão   (dos 5 aos 10 anos. O preço do bilhete inclui audioguia)

 

Até dia 28 de Maio.

Não percam...

 

 As fotografias estão hiper tortas.

Desculpem.

Não consegui fazer melhor...

 Mais uma razão para visitarem a exposição...lá, está tudo direitinho!

 

 

7 comentários

Comentar post

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

contador de acesso grátis

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eu também acho que o raspanete foi esse mesmo, eh,...

  • Anónimo

    Ai, o que me ri a imaginar a cena..... Realmente ...

  • Charneca em flor

    Oh, que doçura . E a imagem da Alice como senhora ...

  • HM

  • cloudberries

    Muitas Felicidades! Que bom que é voltar a ler est...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D