Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

27.03.18

happy together. The Turtles

Joana Marques

A praia da Adraga é das praias mais bonitas do país.

Em Sintra.

As grutas, o tom da água, a envolvência.

O areal. Tudo é especial.

 

Diz-se que os guerreiros muçulmanos que por cá andavam na Península Ibérica usavam um escudo protetor.

Feito de couro. Chamado Ad dàrga.

Esta proteção passou a ser usado pelos habitantes locais.

E mais tarde espalhou-se pela Península Ibérica em geral.

O nome foi adaptado para Adaraga. Com o tempo evoluiu para Adraga.

 

Naquele tempo. Antes de Afonso Henriques.

Esta praia era ponto de passagem de muitas tartarugas.

Algumas encalhavam e eram apanhadas.

A carne era muito apreciada. Sobretudo pelos Muçulmanos.

E a carapaça aproveitada para fazer Adragas.

Esta praia deve o nome. Às tartarugas.

 

Para muitas civilizações. A tartaruga.

Simboliza o universo. A estabilidade.

O feminino e o masculino ao mesmo tempo.

A harmonia. E o equilíbrio.

Ter confiança no caminho.

Simboliza a solidez. E a paz.

Ser suficiente.

 

 

Depois do nosso almoço. De sexta.

Enviou-me uma mensagem à noite. A dizer que tínhamos de repetir.

Ficou para hoje.

- Posso ir aí para os teus lados. Escolhe o local. Disse ele.

 

A Alice acordou cedo.

A sorrir como de costume.

Tive a certeza que ia ser um dia bom.

Fui ver o nascer do sol com ela. Ao Magoito.

O dia acordou lindo. E prometia.

Deixei-a em casa dos meus pais.

 

Pensei no nosso almoço.

Não me apetecia. Almoçar. Como todos os dias.

Fiz pão.

Salteei. Em azeite. Brócolos. Tomate. Frango. Rebentos.  Juntei tomilho e manjericão.

Ananás.

E ovos mexidos.

Fiz sandes.

Um bolo de chocolate. Que parece um bombom. Cortei às fatias.

Juntei fruta.

Uma garrafa de vinho.

E água.

Coloquei tudo dentro de uma cesta. E arrumei dentro do carro.

 

12h. Hora combinada. No local combinado. Estacionei.

O Pedro já tinha chegado.

Disse-lhe para entrar no carro.

Sabia o caminho e era mais prático.

No caminho falámos de tudo e de nada.

Na verdade. Nem sei muito bem do que é que falámos.

Chegámos ao local.

Estacionei o carro todo torto.

A ocupar dois lugares. Ele ofereceu-se para compor o carro. Eu agradeci.

Ele olhou em volta.

- Não conheço nada aqui. Onde é que é o restaurante?

Tirei a cesta do carro.

- Esqueci-me de te dizer. Vamos comer na praia...

- Onde é que nós estamos?

- Praia da Adraga. A praia das tartarugas...

27 (2).jpg

O almoço foi demorado.

Mas, passou depressa. Muito depressa.

A conversa foi fácil. E o riso também.

Muita cumplicidade. Parece que o conheço desde sempre.

 

Apanhámos conchas. Molhámos os pés.

 

E a realidade chamou-nos...

Entrámos no carro.

E descobrimos esta música no Spotify.

Happy Together. The Turtles.

 

Despedimo-nos. Onde nos tínhamos encontrado.

Um abraço de despedida. Sentido.

E a promessa. De repetir.

 

Um dia destes.

Sobre o signo da tartaruga. Ou não.

Vamos voltar a ser felizes. Juntos.

 

 

46 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

contador de acesso grátis

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D