Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

mãe natureza 2.0

04.02.18, Joana Marques

Quando fui para Nova Iorque deixei a Alice e o Vasco aos cuidados dos meus pais.

E deixei #Rumário ao cuidado da minha sobrinha Inês.

Achei que os meus pais já ficavam com bastante trabalho. Ainda mais o peixe.

Ele não dá trabalho nenhum. Mas é mais uma coisa.

A minha sobrinha encarou #Rumário como uma missão que não podia falhar.

- Vai ficar na minha secretária. Vai-me fazer companhia sempre que estudar.

 

Cheguei de Nova Iorque. Passei por casa da minha irmã, cumprimentei o meu cunhado, o meu sobrinho e a Inês.

Eu e a minha irmã, entusiasmadas por contar as novidades. Aquelas que achamos mesmo que não podem esperar.

 

Fui para casa dos meus pais.

Andei com o cão ao colo. Forçada, mas andei.

Fui espreitar a Alice.

Estava lá quando acordou de manhã.

Voltámos todos para casa.

A minha família reunida de novo.

 

Hoje, tocou o meu telemóvel de manhã.

Era a Inês.

Até me assustei....

- O peixe. Queres o peixe de volta? É que já me afeiçoei a ele, adoro tê-lo aqui mesmo ao meu lado...

Caiu-me tudo.

O peixe, caneco. O peixe.

Ainda, há uns dias matei um peixe. O que é que eu aprendi com isso?

Pelos vistos nada....

 

Mãe natureza. Sábia. E desatualizada.

Seria possível. Formatares o disco. Instalares um software. Daqueles modernos.

Mãe natureza 2.0.

A partir de agora os peixes começavam a nascer com guizo incorporado.

Eu disse guizo. Não vuvuzela ou buzina. Guizo.

Pensa lá. Nisso. Com carinho.

Atualiza-te mulher....põe lá um guizo nos peixes.

Verde escuro para os peixes. Verde claro para as peixas....

5 comentários

Comentar post