Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

o mistério da planta falecida...

12.08.19, Joana Marques

Era uma vez um rapazinho da cidade chamado Pedro!

Nascido em Lisboa. Mas criado no Montijo...

..podia ter aproveitado de alguma forma as brincadeiras de rua ou a ruralidade por terras Alentejanas onde viviam os seus avós.

Não!

Pedro tinha outro tipo de preferências.

Gostava de carrinhos telecomandados. Dinossauros. Achava alguma piada ao esqueleto humano tendo inclusive feito uma colecção qualquer onde em vez de cromos comprava todas as semanas uma réplica de um osso humano, para assim ter em sua posse um esqueleto! Ó senhores...

Devorou as cassetes do "era uma vez" que os pais compravam mensalmente através do Círculo de Leitores. E!

Lia livros atrás de livros. Ficção Cientifica. Ciência pura e dura. História. Ah! E, não esquecer tudo o que tivesse a ver com o funcionamento do corpo humano. 

Um aparelho respiratório deixava o rapaz em êxtase. O urinário em estado catatónico...

Quando a mãe lhe dizia, em pleno mês de Agosto:

- Pedro! Tens de sair de casa! Não queres ir à praia?

O miúdo olhava para a mãe, Sodona Ana Maria, com um ar de enfado e dizia-lhe:

- Só se formos ao museu de História Natural!

E lá iam todos juntos porque mal por mal o miúdo ainda apanhava 5 minutos de luz solar de casa até ao carro e do carro até ao museu.

 

O miúdo cresceu.

Sorte para ele, azar para a mãe, entrou em medicina.

Azar para a mãe porque percebeu que o curso era do caneco e que o miúdo ia ter de queimar pestanas até as galinhas terem dentes!

Sorte para o miúdo porque era esta a vidinha que ele gostava de ter.

 

O miúdo já homem, terminou o curso. Mas...

...um médico nunca pára de estudar. E isso deixava e deixa o rapaz com um misto de alívio e mais uma vez em estado catatónio. Catatónico bom!

(Imaginem que ganham o Euromilhões...é esse estado!)

 

Um dia. Em 2018. Entrou no consultório dele uma pessoa.

Eu!

Com outra pessoa ao colo. 

A Alice!

E depois de perceber que as coisas estavam bem para o lado da Alice concentrei-me no homem.

Giro! Que se farta!

Um ar saudável e bronzeado! Deve fazer surf. Ou ténis. Será que anda a cavalo???!

Ainda por cima é giro. 

E o sorriso???

Uau! É tão giro!

Deve jogar futebol!

 

Não....

O homem tem um ar saudável e moreno que herdou do pai. A genética às vezes até é amiga...

..isso e tenho quase a certeza que as luzes do bloco operatório têm o mesmo efeito que as de um solário!

 

Este homem tem umas mãos que parecem seda! Porque passar as folhas de um livro de um lado para o outro...não faz calos!

Ainda bem, para os pacientes dele...não é suposto fazer uma esfoliação no rim ao mesmo tempo que o está a operar....

 

Adoro plantas e flores.

Aqui por casa tenho vasos e vasos cheios de flores.

Uma delas é uma espécie de orquídea que é por assim dizer....é como se fosse minha filha!

É o Vasco do mundo vegetal!

Dá umas flores brancas lindas. Um pouco diferente da orquídea tradicional.

Ontem estava linda! Tanta flor. Um encanto para os olhos.

 

Hoje de manhã as flores tinham caído. Todas.

Hoje pela tarde as folhas começaram a secar.

Assim de repente. A planta começou a morrer!

orq.jpg

Eu! Em choque, absoluto!

O Pedro admiradíssimo a olhar para a planta. Abriu a boca para:

- Que estranho, Joana, vê lá tu que ainda ontem a reguei com a água das beringelas!

-Como?

 

Aqui em casa adoramos beringelas.

Uma das formas de a cozinhar é corta-la em rodelas e colocar as rodelas em água e SAL!

Para que percam o amargo que têm naturalmente.

Depois envolvo-as em ovo batido e em pão ralado que não é pão ralado: linhaça, amêndoa, trigo sarraceno e aveia tudo feito em farinha.

É só colocar no forno. Acompanhamos a maior parte das vezes com uma salada!

ber.jpg

Estive uma parte do dia a tentar salvar a planta.

Não sei se vou conseguir....neste momento está assim para o:

- Ai! Socorro! Estou que nem posso!

- Ai! Que eu morro...

- Ai! Que vai ser agora...

...entretanto tirei-lhe um rebento que tinha e transplantei-o, com as minhas mãos de camionista...

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Joana Marques

    12.08.19

    Fiz mais ou menos isso mas não a deixei em água.....
    ...tenho medo que apodreça...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.