Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

sinais de alarme

02.04.18, Joana Marques

Uma pessoa percebe que o seu caso de paixonite amorosa é extremamente grave quando apresenta este comportamento.

Estes sintomas.

Sinais de alarme.

 

Sai do Alentejo a horas impróprias. Muito impróprias mesmo.

Só para chegar à porta do hospital.

Um bocado antes das oito.

Para ter a certeza que o vê e lhe dá um beijo de bom dia.

 

Não quer saber se ele vai achar excessivo.

Se a vai considerar uma stalker. Das piores.

Obsessiva.

Ou qualquer coisa do género.

Azar. Problema dele.

 

Vem o caminho todo. A ouvir uma playlist do Spotify.

Baladas. Sorri porque o amor é lindo.

Baladonas. Chora porque o amor é lindo.

Dramalhões. Chora porque o amor pode dar para o torto.

E deixa de chorar. Instantaneamente.

Quando se lembra que vai ver o homem e não pode aparecer com cara de joelho e olheiras do tamanho da ex URSS.

 

Pelo caminho.

Cruza-se com Michael Bolton.

Ouve pela primeira vez na vida as músicas dele com atenção.

Said I loved you but I lied
‘Cause this is more than love I feel inside
Said I loved you but I was wrong
'Cause love could never ever feel so strong
Said I loved you but I lied

 

E percebe.

Encontrou um guru.

Que a guiará até ao fim dos seus dias.

A partir desse momento Michael Bolton no comando.

Até chegar a Lisboa.

 

É este o meu estado.

Vou ali entregar o resto da minha alma ao criador.

1%, nem tanto.

O resto...deixei-a no hospital. Quando lhe dei um beijo de bom dia.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Joana Marques

    02.04.18

    não creio...não creio...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.