Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

a palavra do ano

30.12.18, Joana Marques
Todos os anos a Porto Editora promove a escolha da palavra do ano. Já fui espreitar mas não encontrei a minha palavra. A palavra que define o meu ano de 2018. Se pudesse escolher uma palavra seria: GENEROSIDADE.     Alice. Chegou nos últimos dias de 2017. Foi ao som de "something stupid" que entrei em 2018. Com ela nos meus braços.  Não sabia o que aí vinha. Que desafios tinha pela frente. (...)

2018. Vamos lá acertar contas.. #9

29.12.18, Joana Marques
Chegámos à última! Finalmente. Tantas resoluções para um só ano. Ter de prestar tantas contas. Credo! Onde é que eu estava com a cabeça.   Sporting campeão Esta resolução não dependia de mim. É mais um desejo. E menos uma resolução. Conheço pessoas que têm o Sporting tatuado. No meu caso não é preciso. Porque o Sporting é uma parte importante da minha vida. Há um ano atrás (...)

2018. Vamos lá acertar contas.. #4

18.12.18, Joana Marques
Ler 15 livros. Escrevi eu no ano passado! Arrependi-me tanto! Gosto de ler. Gosto muito de ler. Já li muito. Desde que aprendi a ler até aos 30 anos mais ou menos, li tudo e tudo era pouco. Lembro-me de chegar do trabalho, jantar e ler. Ler um livro por noite. Também me lembro de ter decidido não ir de carro para o trabalho e ir de comboio, essencialmente para aproveitar o tempo para ler. (...)

2018. Vamos lá acertar contas! #2

11.12.18, Joana Marques
As resoluções foram feitas no ano passado. Chegámos ao momento de ver se foi tudo superado ou fiquei a meio do caminho.   Resolução número 2. Blog. Esta resolução foi mais do que superada. Mas porque.. ....fui demasiado conservadora quando a escrevi. 50 posts. É óbvio que ia conseguir. Mas... ...quando a escrevi foi exatamente na altura que a Alice invadiu a minha vida. E eu não sabia (...)

2018. As resoluções..#2

13.01.18, Joana Marques
Publiquei as minhas resoluções.   E como referi em vários posts, são importantes para mim. São sempre objetivos quantificáveis. Para que os possa medir. Gosto de ter marcos. Objetivos. E metas a atingir. Têm de estar ao meu alcance. Por exemplo: eu gostava muito de ir à lua mas tenho a certeza que em 2018 não irei. Não pode ser uma resolução.   Uma das resoluções é aprender a (...)

let's dance...

01.01.18, Joana Marques
Engraçada a vida. Tive sempre muita pressa de viver. E de viver tudo de uma vez. Deve ter sido por isso que saí de casa aos 17. De ter comprado a minha primeira casa com pouco mais de 20. A noite de ontem nunca era passada em casa. De preferência fora do país. Paris. Nova Iorque. Rio de Janeiro, maravilhoso! Tailândia. No ano passado Barcelona. E muitos outros. Foram tantos que perdi a conta. Se pensar um pouco chego lá. Mas a minha natureza hiperactiva quer que avance.   Ontem (...)

em 2018! Não tenhamos pressa..

31.12.17, Joana Marques
Não tenho pressa. Pressa de quê? Não têm pressa o sol e a lua: estão certos. Ter pressa é crer que a gente passa adiante das pernas, Ou que, dando um pulo, salta por cima da sombra.   Não; não sei ter pressa. Se estendo o braço, chego exactamente aonde o meu braço chega. Nem um centímetro mais longe. Toco só onde toco, não aonde penso.   Só me posso sentar aonde estou. E isto faz rir como todas as verdades absolutamente verdadeiras, Mas o que faz rir (...)

2018. As resoluções..

27.12.17, Joana Marques
Com 2017 a dizer adeus. E 2018 a espreitar. É tempo de começar a pensar a sério no novo ano. E estabelecer novas metas. E novos desafios. Nada de loucuras. Ou é meio caminho andado para não cumprir nada e achar que não valeu a pena.      Exercício Físico   Desde que parti a perna deixei de fazer. E não devo começar logo, logo em 2018. Vou ter de fazer fisioterapia. E aos poucos retomarei. Quando estiver recuperada o meu objetivo é correr 2 a 3 dias por semana. E chegar a (...)