Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

28.08.18

eu e a minha sogra...

Joana Marques

Quando o Pedro me pediu em casamento não tive dúvidas na resposta.

Disse que sim sem pestanejar.

Se tivesse tido dúvidas...

....bastava ter-me emprestado à mãe dele por um dia ou dois e eu tinha dito logo que sim.

 

A minha sogra é muito parecida comigo.

A minha sogra é mais parecida comigo que a minha mãe.

E isso não quer dizer que não ame profundamente a minha mãe...

...não se trata disso. É só uma constatação.

 

Uma das coisas que mais gosto de fazer é descobrir gavetas antigas. Arcas de outros tempos. E armários fechados.

Explorar. Descobrir pequenos tesouros.

É isso que tenho feito no Alentejo.

Desde que a casa é minha tenho andado pelo sótão a encontrar objetos que não via desde pequena. A descobrir objetos que não conhecia. A pedir ajuda ao meu pai para me explicar: como, onde e porquê?

 

Em conversa com a minha sogra percebi que também ela tem este gosto.

Tem imensos tesouros que pertenceram à sogra e à mãe dentro de uma arca.

Tem peças de linho ainda por bordar. Toalhas de renda feitas pela mãe que são verdadeiras obras primas.

Tem colchas em crochet, algumas muito datadas e não tão a meu gosto mas outras maravilhosas.

 

A parte de cima dos roupeiros lá de casa escondem peças antigas. Pelas quais o meu coração bate.

 

É óbvio que não tenho intenções de entrar lá em casa pela calada da noite.

Deixar o carro aberto e ligado.

Apanhar os meus sogros a dormir.

Pôr o cão à porta do quarto e....

- Vasco! Se a Ana se mexer pestaneja uma vez. Se o Manel se mexer pestaneja duas. Se se mexerem os dois, ladra e fugimos nem que seja com o tapete de trapilho da casa de banho...

 

Só de olhar para as peças enche-me o coração.

E saber que encontrei uma alma gémea. Sem ser o meu marido, claro!

 

Outro dia abriu uma arca que tinha na sala e mostrou-me o conteúdo.

O Pedro e o pai saíram da sala com a Alice. O desinteresse estampado na cara...

E eu fui maravilhada com várias peças.

Entre elas camisas de noite feitas pela minha sogra e pela mãe.

- Antigamente, não se comprava nada feito, fazíamos tudo. Aprendi em miúda a costurar.

Eu. Fiquei com uma certa inveja de não conseguir fazer.

De tudo o que faço, costurar é o que menos me sai bem.

Bainhas. Consigo sem problemas.

Uma almofada também.

Cortinados. Sim...

Um saco simples tipo "Tote Bag", venha ele.

Fora isso é tudo de um campeonato diferente do meu...

 

Confessei à minha sogra que dava um rim, de muito boa vontade....para conseguir fazer uma camisa de noite como as que ela tinha na arca.

Disse que me ensinava. Era muito fácil.

E mais. Deu-me o tecido e os acessórios que precisava.

 

Com muitas explicações à mistura. Algumas por telefone a horas completamente impróprias.

Muita paciência da parte dela.

Muita determinação minha. Vontade. E perceber que não é um bocado de tecido às bolinhas que me deita abaixo.

Embora muitas vezes quisesse pedir o meu rim de volta.

Ao contrário das pessoas normais que têm uma aliada importante na máquina de costura eu costurei praticamente tudo à mão.

Costurar à máquina ainda é para mim uma espécie de ciência oculta.

Ou melhor é como conduzir um camião TIR com 3 rodas.

A máquina de costura ganha vida própria e o resultado parece um circuito de fórmula um.

Curva e contra-curva.

 

Hoje foi o dia de mostrar à minha professora o resultado final.

Ela diz que passei no teste.

Passei mas para isso penei. Penei. E penei.

 

Gostei do resultado final....

...tenho um longo caminho pela frente....

....mas, desistir não é opção!

 

1 (5) (7).jpg

1 (8) (4).jpg

1 (2) (5).jpg

 

 

Há dois anos no Quiosque!

Apertem os cintos!

 

Post 1: Neste post informo que o meu homem ideal teria de fazer este tipo de habilidade.

Problema: disse sim ao Pedro.

Casei com ele.

E nunca o questionei sobre tal.

Mas...

...não perde pela demora. Hoje quando chegar a casa nem sabe o que o espera!

 

 Post 2: O meu Quiosque fez um mês de existência.

Para quem tem blogs com 10 anos ou um ano é um post parvo.

Mas...

....eu andava há muito tempo a tentar ter um blog. E fazer um mês com posts regulares.

Foi uma vitória.

Faço referência a 5 bloggers que me acompanharam neste primeiro mês.

Ainda sigo 4 deles. E recomendo!

Perdi o rasto à xxx.

 

Post 3: O Sporting ganhou ao FCP neste dia.

 

 

 Há um ano no Quiosque!

A Noruega no seu melhor.

Os meus pais estavam comigo. E conhecer Preikestolen foi inesquecível..

Soberbo.

Avassalador.

Um dia voltarei com a minha família!

 

  

Instagram

Facebook

handmade life

Bloglovin

26.08.18

já dizia Shakespeare....

Joana Marques


“Enquanto houver um louco, um poeta e um amante, haverá sonho, amor e fantasia.

E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança.”

 

Shakespeare

 

Acredito em Shakespeare. 

A louca que escreve aqui, sonha.

Muitas vezes acordada, outras vezes a dormir.

Um dos sonhos que me persegue e que gostava de concretizar tem a ver com o handmade. O feito à mão...

 

Gostava de mudar (e mudar é sempre difícil) a forma como se olha para o feito à mão.

Gostava de ajudar a divulgar esse trabalho, sobretudo o que se faz em Portugal.

E gostava de incutir alguma vontade nas pessoas de conhecerem mas sobretudo de pôr mãos à obra.

Experimentar. Não gostar. Pôr de parte.

Experimentar. Gostar. Aperfeiçoar. Divulgar. Partilhar.

Encontrar um novo caminho. Um novo passatempo. Muita inspiração. E criatividade.

 

As redes sociais. O blog. São ajudas preciosas.

No facebook estamos no grupo Handmade Life.

Quem tem um blog ligado a artes manuais, um projeto ou simplesmente goste de ver trabalhos desta natureza pode usar, abusar e partilhar.

Quem não tem, pode divulga-lo a quem tem um projeto grande ou pequeno e que precisa de divulgação.

 

 

No instagram: Quiosque-handmadelife

Usem a hashtag #quiosquehandmadelife para eu vos encontrar.

instagram (2).jpg

Mesmo que não tenham vocação, nem queiram ter e tenham raiva de quem faz trabalho manual, podem seguir o Quiosque-handmadelife. 

 

Todos os dias, trabalhos bonitos.

Se não têm instagram, não é desculpa.

Toca a ter...é tão giro!

 

Tal como Shakespeare vaticinou tenho esperança....de conseguir.

 

 

Há dois anos no Quiosque!

Toda a história de como consegui fazer origamis. 

Estive a ler o post...que memórias!

 

Foi o meu primeiro destaque na página principal do sapo.

Quase enfartei!

Os primeiros tempos de blog foram tão bons!

 

Há um ano no Quiosque!

Nada. Nem uma linha.....

Detesto quando isto acontece....

 

 

Instagram

Facebook

handmade life

Bloglovin

 

03.08.18

pós de perlimpimpim....

Joana Marques

A Alice foi convidada para uma festa de anos daquelas que há agora.

Insufláveis. Comida bonita mas blhec!

Antes de irmos, enchi-lhe a barriga de comida boa.

A miúda tinha tantos mirtilos no estômago que se passasse por um detetor de mirtilos não saia de lá sem uma multa.

O Pedro deixou-nos lá. Ou melhor abandonou-nos.

A miúda entrou e não ligou nenhuma à mesa de comida bonita mas blhec!

A miúda quase enfartou quando viu os insufláveis.

A miúda correu. Saltou. Atirou-se. Riu. Andou com os outros miúdos.

Esteve dentro de uma piscina com bolas coloridas.

Não queria sair.

Na televisão colocaram um filme qualquer.

E a Alice que habitualmente não vê televisão teve de lidar com o primeiro dilema da sua vida.

O filme. Ou os insufláveis.

Eu vigiava de longe mas não intervim. 

Via o filme 5 minutos. Ia dar uma volta aos insufláveis.

Voltava ao filme.

Gritava de contentamento.

Eu a apanhar uma seca maior do que a vida.

Tenho um grave problema de adaptação. A minha amiga que me tinha convidado estava atarefada com os convidados e com a festa em geral.

Sobraram-me umas mães. E tendo em conta que o tema Slimani não é um tema popular. O drama foi grande.

Algumas falavam mal dos maridos. Eu casei à menos de dois meses. O homem é um príncipe.

Quando estão muitas mães juntas fala-se sempre do parto. Eu não posso participar.

Enfim, foram duas horas tremendamente trágicas para mim.

 

O Pedro tinha ido a Lisboa à casa dele buscar umas coisas. 

E passou pela festa para nos devolver a casa.

Foi um sarilho tirar a Alice dali.

Estava a ver que trazia a Alice, o insuflável e a piscina de bolas. Só trouxe a Alice.

Chegou ao carro. Adormeceu.

 

Mais tarde à hora do jantar pediu-me a colher da sopa. 

E apontou para o Vasco com a colher.

Não percebi.

Depois apontou a colher para mim e para o Pedro.

- Queres ver que a miúda está avariada.

Disse eu ao Pedro.

Bem tentámos perceber o que raio se passava.

Até que o Pedro descobriu.

- Deve ter sido do filme. Tinha fadas com varinhas mágicas. E ela está a fazer de conta que a colher é a varinha mágica.

Como é que uma pirralha deste tamanho faz tal coisa é um mistério para mim.

Só sei que naquele dia não lhe consegui tirar a colher. Ou melhor, lavei-a em 30 segundos.

Ainda ouvi uma reclamação do tamanho do Brasil mas enfim....

Adormeceu.

 

E eu fiquei a pensar que devia arranjar-lhe uma varinha. A sério! Daquelas que funcionam e tudo...

Comentei com o Pedro.

- Tenho ideia que se vendem nos hipermercados.

- Tens razão, acho que há uns kits de princesa à venda...mas não gosto muito.

O Pedro riu-se e eu deitei-me a pensar no assunto.

Às 5h30 da manhã quando o meu despertador me deu uma lambozeirada na cara acordei com a solução.

Tive sorte, nesse dia. O Pedro estava a dormir profundamente e nem reparou que eu saí da casa. O cão deitou-se no meu lugar.

Andei a ver os materiais que tinha em casa e precisei de pouca coisa:

 

1 (11) (4).JPG

- Uma tesoura.

- O molde de estrela. Podem fazer download aqui!

- Um pauzinho. O meu foi roubado a uma orquídea. A orquídea ficou transtornada....

- Uma fita de cetim de retrosaria. As dos chineses são feiotas.

- Uma linha. Pode ser qualquer uma, de qualquer cor. Eu escolhi o amarelo 305 da coats.

- Feltro na cor de princesa.

- Um lápis.

- Uma agulha.

- Um alfinete.

- Cola.

- Enchimento.

 

Começamos por colocar o molde em cima do feltro e passei com o lápis.

Para não sair do lugar coloquei um alfinete.

1 (20) (2).JPG

Recortei as estrelinhas.

Enquanto recortava arredondei as pontas.

1 (5) (6).JPG

Achei que só assim ficavam muito pobrezinhas, resolvi fazer-lhes uma espécie de estrelinhas.

Enchi as duas estrelas com estrelinhas. Pós de perlimpimpim que todas as varinhas mágicas espalham.

Comecei com um ponto.

2 (2) (4).jpg

Cruzei o seguinte.

2 (3) (2).jpg

Fiz uma diagonal.

2 (4) (1).jpg

E depois a outra.

2 (6) (2).jpg

Fiz muitas!

2 (8) (3).jpg

Juntei as duas estrelas e antes de coser uni com um alfinete.

Para não saírem do lugar.

 

 

2 (9) (1).jpg

Uni as duas estrelas com ponto cobertor.

E mais ou menos a meio coloquei uma parte do enchimento.

O pauzinho (no meu caso da orquídea) pode ajudar-nos a pôr o enchimento no sitio certo.

 2 (10) (2).jpg

Coser até ao fim!

O ultimo ponto deve ser largo para podermos colocar o pauzinho.

2 (11) (2).jpg

É só colocar o pauzinho.

Coloquei cola e com cuidado coloquei-o dentro da estrela.

 

Alerta cor de rosa!!

Para o nível de pirosice ficar elevado ao máximo. Falta um laço.

E está pronta a nossa varinha mágica.

2 (17) (1).jpg

Ofereci-a à Alice quando acordou.

Nunca mais a largou.

Posso garantidamente dizer-vos que sou a sua mãe preferida.

Ontem fomos à praia ao final do dia.

Um fato de banho cor de rosa. Na cabeça as orelhas Minnie. E na mão, a varinha mágica.

Uma varinha mágica que faz mesmo magia...

...transforma as caras de segunda feira em caras de sexta feira. Faz sorrir meio mundo...

pós de perlimpimpim....

.....envoltos em ternura que transborda das mãos que a guiam...

 

 

 

 

 Há dois anos no Quiosque!

O sapo destacou este post!

Foi o meu primeiro destaque!!

Quase enfartei....às 14h o meu coração parou para depois voltar a bater descompassadamente.

Contava eu como eram os meus dias normais!

Nos anormais o cão fazia das suas!

 

Há um ano no Quiosque!

Convidava a toda a gente a dar-me a conhecer os seus projetos para eu os divulgar.

Não tive grande saída, valeu a intenção.

 

Instagram

Facebook

Handmade life

Bloglovin

 

 

 

08.05.18

little by little. Pouco a pouco...

Joana Marques

7 (1).jpg

A Liliana tem dois filhos.

Um rapaz com 5 anos. E uma menina com 2 anos.

É professora de Matemática.

Tem uma grande paixão por origami. Por essa razão criou na sua escola um clube ligado ao origami.

Mais recentemente descobriu o crochet.

E nunca mais o largou.

Como eu a entendo.Também estou viciada!

 

Ainda grávida da filha começou a crochetar uma coelhinha em crochet.

Para o filho mais velho oferecer à irmã. Achei muito gira esta ideia!

Para ele, Liliana crochetou uma carrinha pão de forma.

8.jpg

Demorou muito tempo a concluir os dois trabalhos mas valeu a pena.

E a partir daí. Estavam lançados os dados.

Entusiasmou-se.

Crochetou sapatinhos para a filha. A condizer com os vestidos.

1 (25).jpg

Crochetou mais bonecos.

A partir daqui os seus tempos livres eram passados a desenvolver a técnica. A aprender.

5 (5).jpg

Seguiu-se a criação da sua página de facebook.

Little by little. Foi o nome que escolheu...

Pouco a pouco...porque o caminho faz-se caminhando...e devagar se vai ao longe.

No primeiro dia de facebook choveram gostos e teve logo duas encomendas.

Achou que podia investir um pouco mais.....

Seguiu-se o instagram.

6 (3).jpg

Para além de mãe. Casada. Ter uma profissão exigente. E ser artesã.

Teve conhecimento através de uma amiga do projeto: "polvo de amor".

Este projeto nasceu na Dinamarca e propagou-se pelo mundo todo.

São polvinhos feitos em crochet que fazem companhia a bebés prematuros.

Liliana achou que podia criar na escola dela um clube para ensinar os alunos a fazer crochet e poderem participar neste projeto.

Parece-me que ninguém diz que não a esta mulher. E o clube foi criado.

Neste momento têm alunos de ambos os sexos a participar.

2 (17).jpg

Para o próximo ano.

Sonha ainda mais alto.

Quer alargar este projeto a toda comunidade escolar e participar num outro projeto de cariz humanitário, chamado: "Knot Forgotten".

 

Como uma vez professora. É sempre professora.

Em dezembro promoveu um workshop de crochet.

As participantes aprenderam a fazer um bonequinho em crochet para colocarem na árvore de Natal.

Quando me dizem que faço muita coisa. Aqui está a Liliana. Que ganha por goleada!
Fiquei fã do seu trabalho.

Foi muito difícil escolher as fotos para o post. Porque gosto de tudo.

Digam lá de vossa justiça...não acham tudo maravilhoso??

4 (8).jpg

Quanto ao projeto "Knot Forgotten".

Não conhecia.

Fiquei cheia de vontade de participar também.

Tem como objetivo colocar nas mãos de crianças refugiadas ou crianças vitimas da guerra, brinquedos feitos em crochet.

Que ideia tão bonita!

Só tenho de aperfeiçoar mais a minha técnica....

...porque as crianças merecem o melhor de nós.

 

 Têm ou conhecem algum projeto. Querem vê-lo divulgado? enviem um email

para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Esta divulgação é totalmente gratuita!!

Gosto de boas ideias e quero divulga-las!!

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo  handmade life  no facebook!

E, já agora sigam, o instagram Quiosque handmade life.

Partilhem os vossos trabalhos: #quiosquehandmadelife

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

conheçam. Beijos de Algodão.

conheçam. A claudycostura.

Jasmim.

Arte D'Alma

B.Log

Conheçam a Conceição. E o seu espaço...

 

28.04.18

conheçam a Conceição. E o seu espaço...

Joana Marques

Desde muito nova que a Conceição tem uma grande paixão pela costura.

Começou a apreender aos 12 anos.

Foi por essa altura que os pais lhe compraram uma máquina de costura.

Que ainda hoje usa.

1 (23).jpg

Continuou o seu percurso.

Nunca deixando de costurar.

Fazendo roupa para a sua família.

 

Trabalhou numa fábrica de calçado.

Esteve lá 32 anos.

 

A fábrica fechou recentemente.

E Conceição abraçou o hobby que a acompanha há muitos anos de forma mais séria.

Continuou a fazer roupa mas com uma ferramenta poderosa como é a Internet.

Começou a aprender mais.

Novas peças.

Novas técnicas.

2 (14).jpg

Juntou-lhes o tricot e o crochet. 

E assim nasceu o espaço do bebé.

Um espaço dedicado aos mais pequenos.

3 (8).jpg

Podem seguir o trabalho da Conceição nesta página de Facebook.

 

Têm ou conhecem algum projeto. Querem vê-lo divulgado? enviem um email

para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Esta divulgação é totalmente gratuita!!

Gosto de boas ideias e quero divulga-las!!

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo  handmade life  no facebook!

E, já agora sigam, o instagram Quiosque handmade life.

Partilhem os vossos trabalhos: #quiosquehandmadelife

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

conheçam. Beijos de Algodão.

conheçam. A claudycostura.

Jasmim.

Arte D'Alma

B.Log

05.04.18

B.Log

Joana Marques

Adoro este projeto. Mesmo. De coração.

Já tem 5 anos. Mas eu, descobri-o recentemente.

Como todos os bons projetos. Começou de forma inesperada. E como todos os bons projetos. Ganhou asas. Voou.

Porque todos nós. Queremos oferecer. Prendas únicas e diferentes.

Aos que nos são importantes.

Namorado. Ou namorada.

Mulher. Ou marido.

Avó. Avô. Mãe. Pai. Padrinho. Madrinha.

 

Parece-me que se pedir à Sofia, "a mãe" deste projeto.

Um presente personalizado para o Vasco. Vai conseguir... surpreender-me.

Um frango assado emoldurado, quem sabe?

A Sofia é mãe de 4 rapazes.

18, 15, 5 anos e 4 meses.

José, João, Afonso e António.

Para além disso. Dinamiza uma página chamada: "Partilhar Ombro Amigo".

Este projeto tem uma missão importante.

Partilha experiências. Desenvolve atividades. Acima de tudo divulga. E ajuda-nos a perceber melhor o autismo.

 

Voltando ao nosso bebé de hoje.

Baby. Log.

Dá destaque. De forma personalizada.

Ao amor mais especial do mundo. O nosso.

Ao filho mais especial do mundo. O nosso.

Ao marido mais especial. À história mais especial. À pessoa mais especial.

Torna um dia igual a todos os dias. Num dia especial. E esse dia nunca mais se esquece.

 

Espreitem lá. E digam lá se não gostavam de receber um presente destes.

E de o oferecer, também...

bl22.jpg

bl9.jpg

 

bl3.jpg

 

bl8.jpg

 

 

bl2.jpg

 

bl30.jpg

 

bl6.jpg

 (As imagens são daqui)

 

Podem seguir a Baby Log no Facebook. E também no instagram.

Fiquem atentos. Às novidades.

Não percam este projeto de vista!

 

 

 

Têm ou conhecem algum projeto. Querem vê-lo divulgado? enviem um email

para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Esta divulgação é totalmente gratuíta!!

Gosto de boas ideias e quero divulgá-las!!

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo  handmade life  no facebook!

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

conheçam. Beijos de Algodão.

conheçam. A claudycostura.

Jasmim.

Arte D'Alma

14.02.18

tecer. A vida!

Joana Marques

arte4.jpg

(foto)

 

Conheci a Margarida e o seu trabalho através do grupo handmade life.

Tem 49 anos. E tem um filho de 19.

A minha pipoca tem 9 meses.

Fico sempre espantada quando os filhos das pessoas têm 19 anos.

Parece impossível. E inatingível para mim.

 

A Margarida esteve ligada uma vida inteira à industria avícola.

Tendo passado por várias tarefas e cargos.

 

A vida trocou-lhe as voltas há 3 anos. Ficou desempregada.

Ao mesmo tempo que passava por todo o processo burocrático que é estar desempregada, aceitou o convite de uma tecedeira da sua terra. Para aprender.

E aprendeu.

Nunca mais se separou do tear. Montou um em casa.

 

Agarrou o que aprendeu, mas...

....ganhou asas.

Na sua cabeça foram aparecendo novos processos. Misturou o tradicional com o novo. O novo com a sua imaginação.

E nasceram peças. Únicas.

arte1.jpg

arte6.jpg

arte5.jpg

arte2.jpg

 (fotos)

 

Podem conhecer mais peças e este projeto vistem a página de facebook.

Para o dia dos namoradas, nada melhor que um projecto apaixonante!

 

 

 

Têm ou conhecem algum projeto. Querem vê-lo divulgado? enviem um email

para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Esta divulgação é totalmente gratuíta!!

Gosto de boas ideias e quero divulgá-las!!

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo  handmade life  no facebook!

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

conheçam. Beijos de Algodão.

conheçam. A claudycostura.

Jasmim.

09.02.18

já somos mais de 300..

Joana Marques

Em meados de 2017 criei no facebook o grupo Handmade Life.

A meu ver, as artes manuais são pouco acarinhadas em Portugal.

Quem as faz precisa de ter visibilidade. Dar o seu trabalho a conhecer.

Venda ou não, os seus artigos deve mostra-los.

Da comidinha boa, ao bordado, passando pelo desenho, pintura, tricot, crochet. Tudo e mais alguma coisa tem lugar no nosso grupo.

 

Quem quiser fazer parte desta comunidade. Junte-se a nós.

E comece a partilhar.

Já somos mais de 300. Grão a grão. Pessoa a pessoa. Somos cada vez mais.

De partilha em partilha. Vamos ficando todos cada vez mais ricos.

 

1 (7) (2).JPG

 

31.10.17

jasmim

Joana Marques

Léa Gonçalves vive no Sardoal. Um concelho do Ribatejo.

Começou por trabalhar na pizaria dos pais. Acumulando com outro emprego. Recepcionista.

Mais tarde abriu uma loja de decoração. Anos de crise. O negócio foi por água abaixo.

Entretanto foi mãe. E nesta situação. O trabalho precário seria algo inevitável.

Nem isso. Ninguém a contratou.

 

Entretanto, como mãe, precisava de ir às compras e levar a sua filha. E como mãe. Tinha essa dificuldade.

Um bebé. O ovo. O carrinho de supermercado. As compras. E a bebé.

Deste desconforto. Nasceu o seu projeto de vida.

Teve uma ideia.

Correu até à máquina de costura da avó. E sem saber nada sobre o assunto.

Criou um equipamento que a ajudasse a ir ao supermercado com a bebé. Em segurança e de forma confortável. Para ambas.

E assim nasceu o Jammack.

jasmim (1).jpg

jasmim1.jpg

 Mais tarde o mimihug.

mimihug (1).jpg

Depende da idade. Do bebé.

Entretanto aprendeu a costurar.

O negócio cresceu. A ideia. Boa. Também. E hoje têm produção própria.

Podem seguir a Jasmim no facebook.

Na página da marca. Onde podem adquirir as peças.

Neste momento decorre uma campanha de crowdfunding muito importante para a marca.

É claro que nem todos podemos ajudar financeiramente. Por variadas razões.

Quem não pode ajudar. Pode partilhar a história deles. E pode ser que chegue a alguém que possa ajudar.

É esse o desafio que vos deixo.

 

 

Têm ou conhecem algum projeto. Querem que apareça por aqui? enviem um email

para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Esta divulgação é totalmente gratuíta!!

Gostamos de boas ideias e queremos divulgá-las!!

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo  handmade life  no facebook!

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

conheçam. Beijos de Algodão.

conheçam. A claudycostura.

 

 

22.08.17

beijos de algodão! Quem os não quer??

Joana Marques

Principalmente estes!

Beijos de Algodão é o projeto da Sandra.

A Sandra tem 43 anos. E é licenciada em Design de Comunicação Visual. Casada. Uma filha.

Em 2008 nasceu este projeto. E a Sandra faz tudo. É a responsável pela criação, ilustração e design de todas as peças.

A ilustração faz parte de quase todos os minutos da sua vida. E é assim que se sente bem...

O seu trabalho e em especial a marca que criou tem várias valências:

Artigos de Papelaria. Postais. Marcadores de livros. Cartões de prendas. Pins.

Ilustrações personalizadas. Convites de casamento. Batizado. Comunhão. Aniversário.

Aguarelas personalizadas.

Todo um mundo de cor. De beijos. E de algodão.

O que se segue é uma pequena. Muito pequena amostra. Foi difícil escolher. Gosto de tudo!

1 (2) (4).jpg

1 (5) (5).jpg

 

1 (14) (3).jpg

1 (19).jpg

  1 (11) (2).jpg

 

1 (17) (2).jpg

E o meu preferido de todos os preferidos.

Ena! Tantos....

 

1 (6) (2).jpg

Muitas vezes questiono-me. Porque raio andamos nós a comprar produtos no exterior. Quando em Portugal temos pessoas a trabalhar como a Sandra trabalha. Parabéns!

Podem conhecer todo o trabalho da Sandra.

No blog.

No Instagram.

No Facebook.

E não se esqueçam de espreitar os produtos disponíveis na sua loja online.

 

 

Têm ou conhecem algum projeto. Querem que apareça por aqui? enviem um email para: joanatmarqueshr@sapo.pt

 

Não se esqueçam de acompanhar o nosso grupo handmade life no facebook!

 

 Nesta rubrica do Quiosque:

conheçam. A Cutchi

conheçam. A Feltros Linhas e Cia

conheçam. A Marta e o seu projeto.

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

contador de acesso grátis

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

  • Filomena

    Parabéns pelo filhote que vem a caminho ,felicidad...

  • Filomena

    A tua familia é óptima . A minha é fabulosa ,quan...

  • Mamã Tranquila

    Tenho uma máfia parecida.... e sabe tão bem....É o...

  • Joana Marques

    Ele já sabe......mas ainda bem que me dizes...tenh...

  • Aurea

    Tu não lhe digas nada da mudança ou ele ainda cont...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D