Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

08.02.18

o mês que passou

Joana Marques

Janeiro foi um bom mês.

Uma agradável surpresa.

Tendo em conta que foi o primeiro mês da minha vida que tive uma filha.

Um trabalho novo.

Uma casa nova. No sentido em que não é a minha casa.

Muitas adaptações. Tudo correu sobre rodas. Excepto a minha perna...

 

Em Janeiro fiz duas escrituras.

A da casa que comprei no meu prédio. E a da casa do Alentejo.

Mudei de planos em relação à casa de Carcavelos.

Inicialmente, queria ficar cá em baixo com a cozinha, a sala, o escritório e um outro quarto que podia ser atelier para os meus 1012 hobbies.

Em cima seriam os quartos.

Mudança de planos.

Em cima continuo com a sala que tinha. Porque tem um terraço enorme agregado à sala e é muito mais fixe assim.

No verão a sala é mais o terraço que a própria sala. Se a sala ficasse cá em baixo teria apenas uma varandinha.

A cozinha fica a que está. Ou seja em cima. Porque ainda está em muito boas condições. E não precisa de obras.

O meu quarto passa a escritório.

E o atual escritório já é um atelier. Misturado com um escritório. Passa a ser só atelier.

As aguarelas. Pincéis. Canetas. Lápis. Lãs. Teares. Agulhas. Barro. Soda caustica...

Sim, eu tenho um fornecedor de soda caustica. Não, não sou perigosa. É para fazer sabão.

Enfim. Tudo o que tenho, ocupa muito espaço.

 

Cá em baixo, ficarão os quartos.

Resumindo. Vou gastar menos de metade e as obras ficarão prontas em menos tempo. Só vantagens.

 

Li dois livros e meio.

Este. Já tinha começado em Dezembro. Por isso, só conta metade.

Li este. E este.

 

Tricotei uma camisola. Ainda falta fazer os acabamentos. Quando estiver pronta, mostro.

Fiz fisioterapia. Num centro, mas também em casa.

Ainda não consegui correr mas comecei a fazer caminhadas.

Tenho usado uma aplicação chamada asics. Onde vou pondo os quilómetros que vou fazendo.

Segundo a aplicação em janeiro andei aproximadamente 182 km. Em 31 dias.

Nada mau para uma inválida.

 

Fui a Nova Iorque.

E foi tão bom!

O meu projeto foi muito bem recebido. E a minha empresa ficou a ganhar.

 

Tirei fotos.

A maioria más.

Mas a que tirei à Estátua da Liberdade encheu-me o coração.

Também gostei da que tirei a uma bicicleta.

Até agora são as minhas preferidas.

 

Escrevi cerca de 50 post's no blog.

Deve ter sido o mês que escrevi mais. Desde que o Quiosque viu a luz do dia.

 

Cozinhei. Para mim. E para a Alice.

Virei-me muito para as sopas.

A Alice não come papas. Eu também não....

Como não comemos processados. A sopa é uma alternativa muito saudável para as duas.

Faço 5 a 6 sopas diferentes por semana, para a Alice.

E uma para mim.

 

Não consegui ver quase nada na televisão.

Comecei a acompanhar a série "call the midwife". Netflix.

Estou a adorar. Mas sem tempo para ver a série de uma vez só...

 

 

Para além de tudo.

O melhor de tudo.

Fui mãe. Algo que serei até ao resto da minha vida.

E tudo o que já fui. É o que mais gosto de ser.

Ser mãe é mesmo, mesmo bom...

 

Fevereiro, tem menos dias.

Vamos ver o que consigo fazer dele...

 

09.01.18

gosto de Janeiro

Joana Marques

É um mês que começa com uma festa.

E isso não é para quem quer.

Só para quem pode! E Janeiro, pode!

 

Com as resoluções feitas e pensadas é o primeiro mês do resto da minha vida.

É em Janeiro que penso que este ano posso tudo. E mais alguma coisa.

 

É um mês frio e por isso convida ao aconchego da manta. Dos filmes. Das séries. Das pinturas. Do tricot e do crochet.

E de um chocolate quente. E outro. E mais outro.

Ou chá. Quentinho, de limão ou gengibre. Ou os dois juntos.

É o mês das sopas quentes. E fortes.

Da comida de conforto. Guisados. Assados. E de carnes bem temperadas!

 

O mês por excelência para estrear uma agenda nova.

Ou no meu caso começar de raiz um "bullet journal".

Tempo de usar autocolantes giros e marcadores coloridos.

E marcar os eventos da vida, como se fossem de vida ou de morte.

 

Já passou a euforia do Natal A trabalheira do Natal. E a passagem de ano.

O amontoado de gente nas lojas e nos supermercados.

Já não há a pressão de comprar isto ou aquilo.

Nem de fazer uma montanha de coisas que as festas exigem.

É o mês que podemos viver devagarinho. E saborear tudo com calma. Porque é grande. Enorme.

 

Está frio. Temos uma desculpa para usarmos chapéus. Gorros giros. Cachecóis e luvas.

Casacos longos e compridos. E botas! Podemos usar botas! E se chover podemos usar galochas giras e impermeáveis.

 

Não é o meu mês preferido. Mas gosto de Janeiro.

É o mês dos começos, bons. E dos recomeços.

É o recomeçar da aventura que é a vida....

 

janeiro.jpg

(imagem)

 

  instagram

 

Joana Marques

foto do autor

Sigam-me

Links

Grupo no Facebook de Partilha handmade! 💝

As histórias do cão! 🐶

Tricot 🌺

Crochet 🌻

Receitas 🍳🥦🥧

Planear ⌚📅 📊

Comentários recentes

  • Charneca em flor

    Ah!!!!!!Que romântico . Muitas felicidades e muito...

  • MP

    ❤️❤️❤️❤️Que sejam muito felizes. Todos juntinhos p...

  • Sandra

    Adoro, adoro! Só podia ser assim Obrigada por part...

  • nada acontece por acaso

    Muitos Parabéns!!! Que feliz fico com esta notícia...

  • Elisabete

    Não podia deixar de a felicitar.Felicidades aos do...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Posts mais comentados