Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quiosque da Joana

Quiosque da Joana

o círculo vicioso

27.07.18, Joana Marques
Olho para trás 30 anos e volto aos tempos em que era uma miúda, morava em Campo de Ourique com os meus pais e irmãos. Às horas das refeições.  Na cozinha sempre tivemos à nossa disposição fruta e mais fruta. Comíamos fruta, aos lanches mas com o passar do tempo cada vez menos... A partir do momento em que achámos que éramos gente e que podíamos escolher era raro escolhermos fruta. A nossa escolha recaía para o pão com fiambre. E o tão amado Tulicreme. (...)

a minha cozinha. É uma linha de montagem...

18.09.17, Joana Marques
Não é fácil. Todos nós já passámos por isto... Chegar a casa exausta do trabalho. Esfomeada. É meio caminho andado para pegar na primeira porcaria que aparece à frente.   Pior. Começar a comer a porcaria mesmo antes de chegar a casa.   Pior. Muito pior. Ir às compras. Depois de sair do trabalho. Esfomeada. É meio caminho andado para pegar em meio supermercado. Comprar tudo o que não precisamos. Mentira. Não é meio caminho andado. É todo o caminho andado. É só tirar. (...)

livro de receitas..

24.03.17, Joana Marques
Não tenho livro de receitas. Ou melhor tenho um livro de receitas que herdei da minha avó Adélia. Já experimentei praticamente todas as receitas. Alterei muitas.   Já tive um caderno onde escrevia todas as receitas. Com o tempo foi ficando manchado com o uso e com os desastres culinários que lhe caíam em cima. Com a alteração de receitas era um caderno manchado e riscado. Optei por arrancar as páginas. E o caderno começou a ficar mais magrinho. Comprei outro. Aconteceu o (...)

creme budwig! O pequeno-almoço....

21.03.17, Joana Marques
Já todos ouvimos dizer que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. E acho que quem diz tem razão. Eu acordo sempre, todos os dias com uma fome capaz de comer todo um frigorífico. O frigorífico não será. O seu conteúdo...   Quando era miúda e morava em casa dos meus pais comia Nestum Mel. As toneladas de Nestum Mel que eu e os meus irmãos comemos... Quando deixei a casa dos meus pais introduzi a Cerelac, mais vale tarde do que nunca....   Com o passar do tempo (...)

planeamento de refeições...

22.02.17, Joana Marques
Quando fui morar sozinha, tinha eu 17 anos, era a mais desorganizada das pessoas. O meu principal stress era as refeições. Chegava a comer de propósito no trabalho para não ter de as cozinhar. E a comida de fora deixa sempre, sempre a desejar!   A aversão à cozinha nem tinha a ver com o facto de gostar ou não de cozinhar. Na altura nem gostava nem deixava de gostar. O stress era outro. Chegava a casa cheia de fome e pensava: - o que vou fazer hoje? - lasanha. - boa! Boa, nada! (...)