Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kiosk da Joana

Kiosk da Joana

sábado. Vegetariano!

20.10.18, Joana Marques
Acordei às 5h30. Mas.. ...o meu querido marido não me deixou sair da cama. Eu cheia de energia. Para dar. Vender. E distribuir pelos mais procrastinadores. Sem poder fazer nada. O homem é maior do que eu...   Quando a Alice acordou disse-me para estar sossegada. Eu obedeci. O homem é maior do que eu.   Tratou da Alice. Incluindo o penteado! Fez o pequeno almoço da Alice. Deu o pequeno almoço à Alice. Fez os nossos pequenos almoços. E disse-me que se eu quisesse podia ir comer à (...)

haverá algo melhor? Não há!

14.10.18, Joana Marques
Ontem foi um dia tão bom. Desde que o Pedro chegou à minha vida, todos os dias são bons! Com as férias a acabar, foi dia de almoçar fora. Como agora quase não comemos fora, damos mais valor. O não cozinhar. O estarmos juntos. Desfrutar de uma refeição que não fomos nós que fizemos. E que nos surpreenderá. Positivamente, ou não. Ontem. Surpreendeu de forma positiva. Muito.   Fomos ao Cantonês perto do Oeiras Parque. Já que nos vamos mudar para Oeiras temos de (...)

ó euromilhões faz de mim uma mulher rica!

05.07.18, Joana Marques
No ano passado mais ou menos por esta altura. Andava eu a vaguear pela dieta Paleo. Li tudo o que havia para ler. Paleo ou não. Pertenci a um grupo no facebook. "Paleo Descomplicado". Aprendi muito com eles.  Um dos livros que li, não tinha propriamente a ver com a dieta Paleo, falava sobretudo da alimentação sem glúten. Escrevi sobre ele neste post. É o primeiro. Gostei muito de ler o livro. É simples de ler. 

pequeno almoço. Fácil. Rápido. E bom...

07.05.18, Joana Marques
O pequeno almoço não deve ser uma refeição complicada. Por pensar assim, passei uma grande parte da minha vida. Mais de 20 anos a comer muito mal. Não só ao pequeno almoço mas sobretudo ao pequeno almoço.   Neste momento já sou mais criteriosa. E cereais de compra, por exemplo estão completamente fora de questão. Até a granola que eu adorava. E que só comprava quando o rei fazia anos porque achava cara, deixei de comprar porque...lendo bem o rótulo. Está cheia de açúcar. (...)

bolo de iogurte. Sem glúten

17.04.18, Joana Marques
O bolo de iogurte faz parte do meu imaginário de miúda. Cresci a comer bolo de iogurte. Em minha casa. Em casa dos meus avós. Quando mudei a minha alimentação pela primeira vez. Cortei nos bolos. Ó vida triste!   Entretanto. No ano passado. Deu-se a revolução na minha alimentação. E como a alimentação rege a vida. Deu-se também a revolução na minha vida. Só que.... ...o bolo de iogurte (...)

no name. Bolachas.

11.04.18, Joana Marques
Ainda não têm nome. Espero que seja por uma questão de horas. Ou dias, na pior das hipóteses. O facto de terem algo em comum com o nome da claque do clube cujo o nome não deve ser pronunciado. Deixa-me à beira de um ataque de pânico.   Estas bolachas. São diferentes das bolachas normais. Daquelas que nós compramos nos supermercados. Estas saciam. Muito. Alimentam. Comemos uma bolacha e sentimos o estômago confortado. Não precisamos de comer mais. Só que... ...são muito (...)

a sobremesa de hoje...

04.02.18, Joana Marques
O que mais gosto na minha vida é a minha família. Grande. Enorme. Para além, dos dois irmãos e seis sobrinhos. Tenho muitos tios e tias. Primos já perdi a conta.... Estão espalhados por todo o país e também pelo mundo. É bom saber que para onde for é provável ter uma casa à minha espera.   Domingo. É dia de almoço familiar. Em casa da minha irmã ou dos meus pais. Estou ansiosa para ter a minha casa pronta. Para poder fazer o almoço de domingo em minha casa. Estou ainda (...)

bolo de laranja

14.01.18, Joana Marques
Queria conseguir fazer um bolo. Daqueles bolos que se fazem numa forma. Daqueles bolos que oferecemos a alguém quando vamos almoçar lá a casa. Queria que o bolo não tivesse glúten. E fosse minimamente saudável. E que fosse bom. Muito bom. Daqueles bolos que comemos uma fatia e temos de comer outra logo a seguir. Para além disso, queria um bolo que no dia seguinte ainda fosse bom.   Juntei farinhas mais farinhas. Ovos. Fruta. E frutos secos. E o caneco. E mais o diabo. Fiz testes (...)

croquelines

10.12.17, Joana Marques
Quando deixei de comer glúten comecei por experimentar fazer um pão que levava polvilho doce. Por inabilidade minha. Nunca ficou como eu gostava. Vi muitas fotografias desse pão espetaculares. O meu comia-se mas não era assim nada de jeito.   Depois quando criei a minha própria receita. Não coloquei polvilho doce. O mais trágico é que tinha a casa cheia de polvilho. Na altura estava na (...)

vocês sabem. De quem eu estou a falar!

19.09.17, Joana Marques
Isto de comer sem glúten. É muito bonito. Sente-se. Sobretudo nos níveis de energia. E na concentração. Ah! E na resistência. E resiliência. Mas e as massas??   Eu. A maior viciada em massas que o mundo já viu. Parece mentira mas há menos de 6 meses, a massa entrava em quase todas as minhas refeições. E de repente têm glúten e não há nada a fazer. Existem massas sem glúten mas fazem parte da categoria de processados que eu não como. E por isso só havia uma solução. Se (...)

granola feita em casa. É tudo de bom!

16.07.17, Joana Marques
Durante muito tempo comi cereais de pequeno almoço dos mais normais. Comprava-os e comia-os, porque me sabiam bem. Açúcar? Nunca foi uma preocupação minha. Ser processado. Muito menos.   Quando fiz o meu yorktest, comecei a verificar que praticamente todos os cereais de pequeno almoço estavam fora da minha alimentação. Durante um tempo comprei corn flakes. Encontrei uma ou outra marca que (...)

banana bread...

06.06.17, Joana Marques
No tempo em que fui hospedeira viajei muito. Sempre gostei de viajar, nessa altura e foram vários anos aproveitei tudo o que consegui. Um dos países que gostei de visitar mais foi a Austrália. Já lá estive três vezes. A primeira vez que lá fui não saí de Sidney e arredores. Passei lá a passagem de ano. Foi memorável. A segunda vez, em 2009 já ia com outros planos. Juntei as férias desse ano e folgas e estive por lá quase um mês e meio. Éramos seis. E fizemos uma parte da (...)

nem acredito que é saudável...

26.04.17, Joana Marques
Quando comemos alguma coisa que nos sabe bem desconfiamos sempre. Pelo menos comigo acontece. - Tão bom! Será saudável.. Já lá diz o ditado: "se é bom, ou faz mal, ou é pecado"! E por isso uma sobremesa muito boa que ainda por cima faz bem, faz desconfiar qualquer um! Se juntarmos a isto o ditado "não há regra sem exceção" tudo faz sentido. Aqui está a exceção... É sem glúten! É sem lactose! É sem ovo! É vegan! É espetacular!   A minha primeira sobremesa paleo!   In (...)